E agora, Wenger? Bayern goleia Arsenal de novo e avança às quartas

O Arsenal até começou tentando dar esperança aos seus torcedores nesta terça-feira, mas acabou perdendo para o Bayern de Munique por 5 a 1 no Emirates Stadium. Com isso, os bávaros somam 10 a 2 no agregado e avançam sem grandes dificuldades para as quartas de final da Liga dos Campeões.

O time de Arsene Wenger, alvo de protestos por parte da torcida antes da partida e muito pressionado no cargo, até fez pressão no primeiro tempo, mas o nervosismo atrapalhou na hora de construir uma vantagem maior. Na segunda etapa, os alemães começaram seu show e não deram chances aos adversários.

O placar acabou exagerado, mas os Gunners não jogaram o suficiente para operar o milagre que precisavam e foram desestabilizados pela marcação do pênalti que deu o empate os visitantes. Os gols foram marcados por Robert Lewandowski, Arjen Robben, Douglas Costa e Arturo Vidal, duas vezes. Theo Walcott descontou ainda no primeiro tempo.

O JOGO

Os Gunners começaram acuados nos primeiros dez minutos de jogo, mas passaram a ensaiar uma pressão e avançar a marcação. O resultado veio rápido, como a equipe precisava. Com isso, os londrinos ganharam mais confiança para fazer pressão.

Aos 19 minutos, Walcott recebeu a bola na direita, avançou, invadiu a área e, mesmo sem um bom ângulo, conseguiu furar a defesa de Manuel Neuer e fazer o primeiro dos donos da casa. Fazendo um bom primeiro tempo, o Arsenal saiu aplaudido de campo.

Logo no início do segundo tempo, aos quatro minutos, os bávaros tiveram um gol bem anulado de Hummels, que estava impedido no lance. Aos seis minutos, Koscielny fez falta em Lewandowski na área e o juiz assinalou o pênalti. O jogador levou cartão amarelo pela falta e depois um vermelho por reclamação, acabando expulso. O polonês foi para a cobrança e converteu, chegando aos 17 gols nos últimos 16 jogos e deixando tudo igual em Londres.

Com isso, o Bayern passou a controlar o jogo, segurando mais a bola e tentando impedir seu adversário de jogar. A virada alemão aconteceu aos 22 minutos. Ospina saiu jogando errado e mandou na cabeça de Robben. O holandês avançou, ganhou de Sánchez na entrada da área e saiu cara a cara com o goleiro colombiano, fazendo 2 a 1.

Com o Arsenal completamente desmontado e já sem Ramsey, Giroud e Alexis Sánchez, substituídos por Wenger, os alemães continuaram seu passeio. Aos 32, o brasileiro Douglas Costa puxou contra-ataque e chutou da entrada da área, fazendo o terceiro. Dois minutos depois, o Arsenal saiu errado e Vidal acabou ficando cara a cara com Ospina, fazendo 4 a 1. O chileno ainda marcou mais um para fechar a goleada.

FICHA TÉCNICA

ARSENAL 1 X 5 BAYERN DE MUNIQUE

Data/Hora: 07/03/2017, às 16h45 (de Brasília)

Local: Emirates Stadium, Londres (ING)

Árbitro: Anastasios Sidiropoulos (GRE)

Gols: Walcott (19'/1ºT), Lewandowski (9'/2ºT), Robben (22'/2ºT), Douglas Costa (32'/2ºT), Vidal (34' e 38'/2ºT)

Cartões amarelos: ARSENAL - Walcott (38'/1ºT), Koscielny (8'/2ºT), Oxlade-Chamberlain (15'/2ºT), Xhaka (32'/2ºT). BAYERN - Alaba (39'/1ºT), Javi Martínez (43'/1ºT)

Cartões vermelhos: Koscielny (8'/2ºT)

ARSENAL: Ospina; Bellerin, Mustafi, Koscielny, Monreal; Ramsey (Coquelin - 26'/2ºT), Xhaka; Walcott, Oxlade-Chamberlain, Giroud (Özil - 26'/2ºT); Sánchez (Lucas Pérez - 26'/2ºT). Técnico: Arsene Wenger.

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer; Rafinha, Hummels, Martínez, Alaba; Alonso, Thiago, Vidal; Robben (Douglas Costa - 25'/2ºT), Ribery (Renato Sanches - 33'/2ºT), Lewandowski. Técnico: Carlo Ancelotti.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos