'América, aqui vou eu': Fla tenta exorcizar fantasmas em busca do bi da Libertadores

O Flamengo começa sua caminhada na Libertadores na noite desta quarta-feira, contra o San Lorenzo, no Maracanã, às 21h45. Em sua décima segunda participação no torneio sul-americano, o Rubro-Negro vai em busca do bicampeonato. O título veio em 1981, com a geração de ouro de Zico. Neste século, porém, o time da Gávea acumulou seis eliminações traumáticas e frustrantes. Por isso, chegou a hora de mudar esta história.

Consciente da responsabilidade de buscar o bi e também das características da competição, tipicamente mais 'brigada', o técnico Zé Ricardo diz que é preciso aprender a lidar com a situação.

- É uma competição em que se precisa ter técnica e tática, mas também a competição aflorada. Tenho certeza que os atletas estão concentrados na competição, vamos ter de ter uma dose de sacrifício muito grande. Temos que pensar em passar de fase, temos que aprender a sofrer, é uma competição sofrida, temos que buscar os nosso pontos com unhas e dentes, não será diferente. Precisamos ver a competição de maneira grandiosa, tenho certeza de que os atletas vão honrar este manto - disse o comandante rubro-negro.

O Flamengo chega para esta Libertadores como um dos favoritos ao título da competição. O Rubro-Negro tem sete estrangeiros em seu elenco, um grande jogador com a camisa 10 - Diego - e um artilheiro - Guerrero - em ótima fase. São bons motivos para acreditar no tão esperado título.

Eliminações traumáticas e frustrantes

2014: o Flamengo foi eliminado ainda na primeira fase da Libertadores quando precisava apenas de uma vitória simples, no Maracanã, para avançar na competição. No entanto, o time carioca foi derrotado pelo León (MEX), por 3 a 2.

2012: naquele ano, o Rubro-Negro venceu o Lanús (ARG), por 3 a 0, no Engenhão, mas ficou novamente pelo caminho num episódio marcante. Os jogadores do Fla já comemoravam a classificação para a segunda fase no gramado quando foram surpreendidos com a notícia de que o Emelec (EQU) venceu o Olimpia (PAR), por 3 a 2, numa partida com dois gols nos acréscimos e uma reviravolta inimaginável e inesperada. Eliminação na fase de grupos.

2010: a Universidad de Chile eliminou o Flamengo pelas quartas de final. No jogo de ida, no Maracanã, o Rubro-Negro foi derrotado por 3 a 2. Na volta, o Fla venceu por 2 a 1, mas não foi suficiente.

2008: o Flamengo foi eliminado nas oitavas de final Libertadores pelo América do México no Maracanã, ao ser surpreendentemente derrotado por 3 a 0, com grande atuação de Cabañas. O clima da partida era de festa, e o técnico Joel Santana foi homenageado antes da bola rolar.

2007: apesar do grande esforço de Renato Abreu, que fez dois gols no jogo da eliminação, o Flamengo ficou pelo caminho nas oitavas de final. O time foi derrotado na partida de ida por 3 a 0, pelo Defensor (URU), e venceu na volta, no Maracanã, por 2 a 0, mas não foi suficiente.

2002: o Rubro-Negro foi muito mal naquele ano e ficou em último lugar do seu grupo, sendo eliminado precocemente. O Flamengo fez apenas quatro pontos, na sua pior campanha na história da Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos