ATUAÇÕES: Dudu brilha, Keno decide e Vitor Hugo quase estraga a estreia

Dudu e Keno ganharam as melhores notas do Palmeiras no empate em 1 a 1 com o Atlético Tucumán, na estreia pela Copa Libertadores. O primeiro chamou a responsabilidade diante da marcação cerrada e o segundo marcou o gol de empate do Verdão, que jogou com um a menos por conta da expulsão de Vitor Hugo no primeiro tempo. Confira as notas:

PALMEIRAS

6,0

Fernando Prass

Sem culpa no gol, teve mais trabalho nos minutos após a expulsão. Quando exigido, teve boa participação, incluindo uma boa defesa na etapa inicial.

6,0

Jean

Teve mais participação na marcação do que no apoio e não comprometeu. No segundo tempo, soltou-se, mas as jogadas de fundo não funcionaram.

6,5

Edu Dracena

Estava no lance do gol do Tucumán, mas depois chamou a atenção com bons desarmes e boa saída de bola. Segundo que mais acertou passes.

2,0

Vitor Hugo

Duas faltas estabanadas quase em sequência geraram a expulsão precoce. O cartão vermelho atrapalhou muito os planos do Palmeiras na Argentina.

6,5

Zé Roberto

Usou a experiência nos momentos em que o Tucumán mais apertou e deu qualidade no início de jogadas. Tomou boas decisões quando pressionado.

5,5

Thiago Santos

Fez o simples na marcação e liderou o time em desarmes. Só que pecou com a bola no pé e foi quem mais errou passes pelo Palmeiras (nove).

6,5

Felipe Melo

Atuação segura, teve importância jogando à frente da zaga. Mostrou tranquilidade até separando o time de confusão. Deixou boa impressão.

5,5

Michel Bastos

Pouco tempo em campo, mas fazia uma partida regular até precisar sair para Eduardo Baptista reposicionar o time com um a menos.

7,0

Dudu

Chamou a responsabilidade e fez mais uma boa partida. Preciso nas enfiadas de bola, iniciou a jogada do gol de empate. Foi o melhor do time.

7,0

Keno

Aproveitou bem o corredor pelo lado esquerdo para jogadas em velocidade, especialmente na etapa inicial. Autor do gol, saiu cansado.

5,5

Borja

Teve três oportunidades frente a frente com o goleiro e as perdeu. Saiu cansado no fim da partida depois de uma atuação abaixo do esperado.

5,0

Antônio Carlos

Ocupou a vaga de Vitor Hugo e correu pouco risco no primeiro tempo. No fim da partida, deu dois sustos em contra-ataques do Tucumán.

5,0

Róger Guedes

Não teve uma oportunidade clara de gol e na marcação teve dificuldades para defender Mendoza. Demorou para se entender com Jean atrás.

-

Willian

Entrou no fim da partida, fica sem nota.

6,5

Téc: Eduardo Baptista

O Palmeiras fazia um bom jogo até a expulsão. A substituição acabou tendo bom efeito e organizou o time. Time volta com um bom resultado.

ATLÉTICO TUCUMÁN (ARG)

6,5

Lucchetti

Fez duas belas defesas em finalizações de Borja no primeiro tempo.

5,0

Di Plácido

Poderia ter sido expulso, teve a barra aliviada pelo árbitro do jogo.

6,0

Bianchi

Não aliviou na marcação e foi firme nas investidas palmeirenses.

5,5

Canuto

Fez desarmes importantes, mas deu alguns espaços na zaga.

6,0

Evangelista

Deu o cruzamento que originou o gol e apoiou bem no ataque.

5,0

Acosta

Um marcador que quase não marcou, saiu para o time atacar mais.

6,0

Leyes

Melhor do que o companheiro, além de dar sequência às jogadas no meio.

5,5

Aliendro

Não teve participação relevante, substituído no segundo tempo.

5,5

González

Com o excesso de cruzamentos, meias ficaram sem função.

6,0

Menéndez

Correu e brigou bastante pelo lado direito do ataque argentino.

6,5

Zampiedri

Foi bem ao tentar se antecipar a Edu Dracena no gol que marcou.

6,0

Mendoza

Entrou bem e achou espaços pela direita da defesa palmeirense.

5,5

Méndez

Sua participação se limitou a uma tentativa de cavar pênalti no fim.

6,0

Rodríguez

Quase marcou de cabeça nos últimos minutos. Bola passou perto.

5,0

Téc.: Pablo Lavallén

Com um jogador a mais, a principal jogada foi cruzar na área.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos