L'Équipe: PSG é humilhado e vive um naufrágio histórico

Três semanas depois de uma das maiores conquistas de sua história, o PSG sofreu uma de suas piores pesadelos. Após o 4 a 0 em Paris, o time naufragou no Camp Nou, levando uma goleada por 6 a 1, memorável, nocauteado e eliminado da Liga dos Campeões.

E dói perceber que, quando Cavani marcou o gol que colocou o placar 3 a 1, o PSG estava no crédito. Mas, de maneira incompreensível, os jogadores de Unay Emery continuaram irreconhecíveis. E aconteceu: o PSG foi punido.

Desde os primeiros momentos o PSG não estava à vontade, exposto, com falhas coletivas que ocasionaram o gol de Suárez logo aos três minutos, falha de Kurzawa e Marquinhos no segundo gol. O pior ainda estava para a acontecer. Messi, ainda ausente, fez o terceiro. Quando levou o gol, o Barcelona não desanimou, teria de recomeçar novamente. O estádio começou a esvaziar. E muitos não viram a oportunidade desperdiçada por Di María. E não viram o impensável com os dois gols de Neymar e o gol de Sergi Roberto.

Por isso, as palavras de Nasser al-Khelaifi, o dono do PSG, resume bem o que se viu: "Não dá para procurar desculpas e é difícil de aceitar levar três gols nos sete minutos finais. Mas não temos escolha, estamos eliminados".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos