Presidente do Grêmio ressalta vitória na Libertadores e elogia elenco

A estreia com vitória na Libertadores deixou o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, satisfeito. Mesmo com os desfalques de Maicon, Edílson, Geromel e Douglas, a equipe conseguiu o triunfo por 2 a 0 sobre o Zamora, em jogo disputado na Venezuela. O resultado agradou o mandatário, que afirmou que o Tricolor 'tem grupo' para enfrentar qualquer desafio.

- O Grêmio tem grupo suficiente para encarar qualquer competição. Um jogador como o Geromel é importante em todos os sentidos. O Thyere deu conta. Está aí. O Maicon pisado, o Michel deu conta. Tinham mais jogadores no banco. Foram substituições de peso. O Barrios está em adaptação. Entrou o Everton, entrou o Fernandinho. Nós temos grupo - analisou Bolzan ainda ressaltando a força do elenco gremista diante de outros clubes brasileiros:

- É importante que fique claro. O Grêmio não está nem mais nem menos em relação aos brasileiros. Nós temos que ver os times de fora. Em relação ao Brasil, está em um nível de situação que disputa com qualquer nível. O Grêmio não deve nada a ninguém. No ano passado, o (campeão) Nacional tinha um time acima da média. Eu não sei se repete, porque perdeu muitos jogadores. Eu não vejo um time que possa ser superior. Todos vão fazer enfrentamentos cujo nível vai ser o mesmo - concluiu o presidente.

Líder do Grupo 8 por conta do saldo de gols, o Grêmio só volta a campo pela Libertadores no dia 11 de abril, quando recebe o Deportes Iquique (CHI), às 21h45 (de Brasília), na Arena. Antes disso, o Tricolor se concentra no Gauchão. A equipe enfrenta o Brasil de Pelotas às 21h45 da próxima quarta-feira, no Bento Freitas, pela sétima rodada do Estadual.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos