Artilheiro do Santos, Bruno Henrique pede passagem, mas vê resistência

Bruno Henrique ganhou forte apoio da torcida do Santos ao marcar três gols na vitória por 4 a 1 sobre o São Bernardo, no último domingo. O feito pressionou o técnico Dorival Júnior a fazer mudanças no time que enfrenta o The Strongest da Bolívia, na quinta-feira, às 21h45, pela Libertadores, na Vila Belmiro.

No entanto, o novo artilheiro do Peixe no Paulistão (ao lado de Rodrigão e Bueno), não terá vida fácil para ganhar a vaga no ataque. Isto porque Vitor Bueno e Copete têm alguns feitos levados em conta pelo treinador.

O colombiano, titular desde a saída de Gabigol no ano passado, é considerado pelo técnico um dos jogadores mais importantes para a disputa da Libertadores, pelo fato de não se abalar com contatos considerados faltosos no Brasil e por cumprir função de marcação pelo lado esquerdo. O atual campeão da Libertadores pelo Atlético Nacional tem um gol e uma assistência na temporada.

Já Vitor Bueno, meia de origem, mas adaptado ao lado direito, não fez boa partida contra o Sporting Cristal, no Peru. Ainda assim, o novo camisa 7 tem a confiança de Dorival e não perderia lugar rapidamente no time titular. Com três gols e uma assistência na temporada, o garoto de 22 anos é visto pela comissão técnica como um dos atletas mais decisivos e quem mais chuta para o gol.

Por outro lado, antes mesmo da atuação de gala em São Bernardo, Bruno Henrique já era visto como uma espécie de 12º jogador. Nos treinos que antecederam o duelo no Peru, ele e Vladimir Hernández entraram no fim da atividade nas vagas de Bueno e Copete, exatamente como aconteceu no decorrer da partida.

Titular ou reserva, a tendência é que Bruno Henrique tenha cada vez mais minutos em campo com a camisa do Santos.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos