'Boa ter anunciado o Bruno foi um dos maiores erros de administração do futebol nacional'

O anúncio da contratação de Bruno gerou uma repercussão para lá de negativa no Boa Esporte. Em poucos, o clube perdeu quatro de seus patrocinadores, além do fornecedor esportivo, e viu a iminente chegada do goleiro gerar também severas críticas à imagem dos bovetas.

Especialista em Análise Financeira da Academia LANCE!, Amir Somoggi diz que a reação negativa das empresas não é surpreendente. Aos seus olhos, a opção do clube por contratar o goleiro, que saiu no dia 24 de fevereiro da cadeia, devido a um habeas corpus concedido pelo STF, trouxe uma "credibilidade às avessas".

- Foi um erro absurdo para a administração do clube. Parece que foi uma estratégia de marketing mal realizada. A diretoria apostou na contratação do atleta para ganhar mais credibilidade e acabou gerando o efeito contrário.

Bruno aguarda em liberdade o recurso da condenação a 22 anos e três meses de prisão por sequestro, morte e ocultação de cadáver da modelo Eliza Samudio. O impacto em torno do crime pode causar problemas ao Boa Esporte na busca por novos patrocinadores:

- É difícil que o time não conseguirá novos patrocínios se seguir com o goleiro. Pela saída dos patrocinadores, está nítido que as empresas não querem ter seu nome envolvido com um time que investiu no goleiro denegrindo sua imagem.

Amir Somoggi ainda vê a imagem do clube boveta aponta que o acerto com Bruno pode render outras dores de cabeça ao clube mineiro:

- Foi um dos maiores erros de administração já vistos no futebol brasileiro e a contratação do goleiro pode trazer ainda mais problemas para o clube. Além da perda de apoiadores, o Brasil inteiro passou a torcer contra o Boa Esporte em função da chegada do Bruno.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos