Flamengo não deve esperar jogo fácil contra a Universidad Católica

Nesta quarta-feira, o Flamengo volta aos gramados em busca de mais uma vitória na Libertadores para se manter líder invicto do Grupo 4. O time está ciente do perigo que a Universidad Católica pode oferecer, após o empate nos minutos finais contra o Atlético-PR na primeira rodada e deve entrar com tudo para vencer a partida válida pela segunda rodada da fase de grupos.

Bicampeã no Chile em 2016, a Católica iniciou a temporada de um jeito inesperado. Até a última semana, o time tinha quatro derrotas e apenas uma vitória no Campeonato Chileno deste ano. Os resultados chegaram a deixar o time na lanterna. No último sábado, as coisas mudaram um pouco. O time do atacante Santiago Silva, que estava sofrendo escassez de gols, venceu o Antofagasta por 4 a 1.

Pela Libertadores, foi um pouco mais sofrido, mas a Católica assustou ao conquistar o empate no fim do jogo contra o Atlético-PR. A Católica só conseguiu empatar aos 42 minutos do segundo tempo, tendo realizado o primeiro gol aos 40.

NICOLÁS CASTILLO ASSINA COM PUMAS

A crise começou no fim de 2016, quando o maior goleador do time, o atacante Nicolás Castillo, deixou a equipe para atuar no Pumas (MEX). Em busca de substituir o atleta, a Católica apostou na contratação do uruguaio Santiago Silva, que fez seu papel contra o Antofagasta, marcando dois gols na partida.

ESQUEMA DE JOGO

O esquema tático do técnico Salas tem figurinhas valiosas. Diego Buonanotte pode ser comparado ao meia do Flamengo, por se tratar de um jogador ágil e criativo. Ricardo Noir, autor de um dos gols contra o Antofagasta, também é peça registrada. É um atleta que tem facilidade para jogar pela esquerda. Enquanto isso, o time conta com Fuenzalida para cuidar do lado direito.

FIM DA ESCASSEZ DE GOLS DE SANTIAGO SILVA

Após quase três meses sem marcar, Santiago Silva, conhecido como 'El Tanque', também é importante componente no time de Salas. O centroavante de 36 anos já passou por clubes como Corinthians e Boca Júnior, inclusive foi ele que eliminou o Fluminense da Libertadores 2012.

JOGO

O elenco da Universidad Católica busca manter a posse de bola e joga de forma agressiva, de onde vem o valor de Kalinski e Buonanotte, que juntos dominam o meio de campo. Contra o Flamengo, o time não contará com Guilhermo Maripan, que foi expulso na partida contra o Atlético-PR. Em seu lugar é esperado que entre Benjamin Kuscevic, destaque da base do clube chileno.

Apesar de estar em 11ª na tabela do Campeonato Chileno, com seis pontos, o Universidad Católica ocupa o segundo lugar do Grupo 4 da Libertadores. O Flamengo encontra-se em situação mais favorável. A única derrota no estadual foi por pênaltis, na final da Taça Guanabara, contra o Fluminense. Na Libertadores, os rubro-negros começaram com o pé direito, batendo o San Lorenzo com facilidade por 4 a 0 e fazendo uma grande festa no Maracanã.

Na vitória por 4 a 1 contra a Portuguesa, Zé Ricardo optou por utilizar o time reserva. Com isso, o elenco titular que bateu o San Lorenzo na primeira rodada, formado por Muralha; Pará; Réver, Rafael Vaz; Trauco; Willian Arão, Romulo; Diego; (Mancuello), Berrio, Everton e Paolo Guerrero, deve voltar aos gramados nesta quarta-feira. A novidade é Berrío, já que Mancuello vai ficar de fora por precaução, depois do choque de cabeça com Ruben Botta na última semana.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos