Nuno Espírito Santo analisa derrota: 'Jogos ficam condicionados pelas expulsões'

Apesar da eliminação após nova derrota para a Juventus, desta vez por 1 a 0 na Itália, o técnico Nuno Espírito Santo elogiou a forma como o Porto jogou. Segundo ele, os jogadores lutaram até o final por um bom resultado. O agregado ficou em 3 a 0 para a Velha Senhora.

- Os dois jogos ficam condicionados pelas expulsões, mas são situações diferentes. Na expulsão de hoje o árbitro cumpriu a regra. Agora, acho que a regra deveria ser revista, visto que uma equipe não deve ser penalizada com uma expulsão e um pênalti - analisou.

A equipe portuguesa ficou novamente com um a menos no primeiro tempo, após a expulsão de Maxi Pereira. No primeiro confronto, Alex Telles acabou levando vermelho após duas faltas quase seguidas. O Porto precisava vencer por três gols de diferença ou por dois, desde que marcasse mais de três, para avançar.

- O Porto esteve consistente, soube defender e revelou bom critério até aos 40 minutos. Na segunda etapa repetiram. Não existem vitórias morais, mas foi uma grande demonstração dos jogadores - disse Nuno.

- Os torcedores apoiaram sem parar e seria justo se tivéssemos marcado um gol. Quero agradecer de coração aqueles que estiveram aqui. Este é o caminho certo e muitos dos jogadores estiveram pela primeira vez nas oitavas de final - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos