Quem não faz... Flamengo é superior, mas é derrotado pela Católica

O Flamengo fez um bom jogo, foi superior à Universidad Católica, mas foi derrotado no Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira. A equipe de Zé Ricardo teve boas oportunidades de gol, mas vacilou e perdeu a longa invencibilidade de 19 jogos oficiais, que durava desde outubro do ano passado. Com o resultado negativo, o Rubro-Negro caiu para a terceira colocação do Grupo 4, com três pontos, um a menos do que Atlético-PR e a mesma Católica.

Antes do jogo começar, a imprensa e os torcedores rubro-negros foram surpreendidos com a escalação. Zé Ricardo optou por colocar Márcio Araújo na ausência de Mancuello, alterando a formação tática do time carioca.

Os primeiros minutos da partida foram mornos, com as equipes se estudando. Com o passar do tempo, o jogo ficou interessante. Somente com Diego mais próximo, Guerrero lutava sozinho na frente. Ele esteve perto de balançar a rede em duas oportunidades, sendo uma em cobrança de falta e outra num chute de fora da área que acertou a trave. Já os donos da casa esbarravam em suas próprias limitações técnicas. Santiago Silva desperdiçou uma ótima chance cara a cara com Alex Muralha após um vacilo quase imperdoável de Rafael Vaz.

O Flamengo foi melhor no primeiro tempo e ainda esteve perto de marcar com Everton e Arão. Faltou caprichar na finalização para sair com a vantagem antes do intervalo. No meio, Márcio Araújo teve boa participação e foi importante na contenção dos ataques adversários.

O início do segundo tempo ficou marcado por disputas de bola no meio campo. Cheio de jogadores naquele setor, o Flamengo tentava encontrar espaços, enquanto a Católica buscava, sem sucesso, jogadas de criatividade.

Zé Ricardo lançou Berrío no lugar de Rômulo em busca do primeiro gol. Naturalmente, o Flamengo ganhou velocidade e passou a apostar em jogadas pela ponta direita. Aos 25 minutos, Diego acertou o travessão em cobrança de falta que tirou o ar dos chilenos.

Após muita insistência do Flamengo, mas sem bola na rede, a Católica abriu o placar. Fuenzalida cruzou para a área em cobrança de falta ensaiada e encontrou o atacante Santiago Silva. El Tanque subiu mais alto do que Pará e testou como manda o manual, para o chão, em direção ao gol: 1 a 0.

Em desvantagem, Zé Ricardo colocou Leandro Damião no jogo. O Flamengo esboçou a reação, mas esfriou o ânimo com a expulsão de Berrío, aos 38 minutos. Houve um empurrão no lance, mas o árbitro entendeu que o rubro-negro deveria ir para o chuveiro.

A Católica pressionou em busca do segundo gol com a vantagem de um jogador a mais em campo. Buonanotte fez linda jogada no fim, mas parou em Alex Muralha. Depois, não houve tempo para mais nada. Vitória dos donos da casa.

FICHA TÉCNICA:

UNIVERSIDAD CATÓLICA 1 X 0 FLAMENGO

?DATA/HORA: 15/3/17, às 21h45 (de Brasília)

?LOCAL: Estádio San Carlos de Apoquindo, Santiago, Chile

ÁRBITRO: Diego Haro (PER)

ASSISTENTES: Coty Herrera (PER) e Jorge Luis Yupanqui (PER)

CARTÕES AMARELOS: Pará, Diego e Márcio Araújo (FLA); Fuentes, Lanaro e Parot (UNC)

CARTÃO VERMELHO: Berrío (FLA)

GOL: Santiago Silva, 29'/2° T (1-0)

UNIVERSIDAD CATÓLICA: Toselli, Espinoza (Álvarez, 34'/2°T), Lanaro, Kuscevic e Parot; Fuentes, Kalinski, Buonanotte, Fuenzalida e Noir (Lobos, 41'/2°T); Santiago Silva. Técnico: Mario Salas.

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Réver, Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Rômulo (Berrío, 12'/2°T), Arão (Leandro Damião, 33'/2°T), Éverton (Gabriel, 28'/2°T) e Diego; Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos