Guilherme Mattis se recupera e consegue sequência de jogos em 2017

Depois de um ano muito complicado no Vitória, com uma lesão gravíssima e praticamente uma temporada inativa como profissional, o zagueiro Guilherme Mattis alcançou, enfim uma boa sequência de jogos e regularidade pelo Bragantino.

Muitos jogadores traçam como objetivo no início de uma temporada alcançar a tão sonhada sequência de jogos com regularidade. Para o zagueiro Guilherme Mattis, esse objetivo era mais do que primordial. Isso porque o defensor sofreu com uma séria lesão muscular no tendão do reto femural da coxa direita e algumas complicações da mesma, que o afastaram de toda a temporada de 2016, quando ainda era jogador do Vitória. De volta ao Bragantino em 2017, o xerife da zaga alvinegra pode, enfim, comemorar uma boa sequência de partidas e regularidade na temporada.

Desde que voltou ao Braga, Guilherme Mattis participou de nove jogos em pouco mais de dois meses: sete pela Série A-2 do Paulista e dois pela Copa do Brasil, além de um gol marcado logo na reestreia. Neste sábado, o time, que é o sexto colocado na tabela, com 17 pontos, dois atrás do Batatais, que é o quarto colocado, enfrenta o Sertãozinho fora de casa, às 19h no Estádio Frederico Dalmaso. Confirmado na zaga, Mattis comemora mais uma oportunidade.

- Para quem teve um ano tão difícil em 2016, 2017 tem sido incrível para mim. Consegui, enfim, me recuperar das dores e das complicações causadas pela minha grave lesão muscular, e hoje comemoro uma sequência de jogos que pode parecer pequena para muitos, mas para mim é um avanço e tanto. Eu sofri muito por não poder fazer o que eu mais amo e exercer minha profissão. Então, hoje, a cada 90 minutos disputados, eu comemoro muito. A cada oportunidade que tenho eu encaro como se fosse a última da minha carreira. É isso que tem me feito motivado e confiante. No sábado, terei mais uma chance de jogar bem e responder em campo toda a confiança que a comissão técnica tem depositado em mim - explicou o zagueiro.

Na semana seguinte, o time passará por uma verdadeira maratona. Serão três jogos em apenas seis dias, contra União Barbarense, Rio Preto e XV de Piracicaba. Se depender da vontade de Guilherme Mattis, ele não fica fora de nenhum.

- É claro que precisamos seguir o planejamento e avaliar a parte física de cada um. Depende muito do desgaste que cada jogador sofrer. Às vezes, poupar não é uma opção, é uma necessidade. Mas com certeza, no que depender da minha vontade, estarei em campo nos três jogos. Precisamos nos focar para que consigamos manter nosso nível de atuações e engatar outra boa sequência de jogos para voltarmos a nos aproximar do G4 - finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos