Diretor da Juventus não quer respeito excessivo ao Barça: 'Pode virar medo'

A Juventus não teve sorte no sorteio das quartas de final da Liga dos Campeões. A equipe italiana terá pela frente o Barcelona e vai decidir seu futuro na competição no Camp Nou, onde os catalães fizeram 6 a 1 no PSG, garantindo a classificação na competição.

Para o vice-presidente da Juventus, o ex-jogador Pavel Nedved, a Velha Senhora deve respeitar, mas não temer o Barcelona nas quartas de final.

- É um duelo fascinante, contra um dos clubes mais conhecidos do mundo. Não devemos olhar para o passado, mas para o presente. Sabemos que eles são fortes, mas teremos de encará-los de peito aberto. Devemos respeitá-los, mas não demasiado, porque pode surgir o medo e isso não é bom - disse Nedved.

O agora dirigente revelou que o lateral-direito Daniel Alves, ex-jogador do Barcelona até a última temporada, queria evitar o confronto contra o time catalão.

- Bonucci e Dybala queriam o Barcelona, Dani Alves queria evitá-los. Podemos ser felizes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos