Santos inicia renovação com meia da seleção de base e quer blindar safra

  • Reprodução/Instagram

Poucas coisas são unanimidade na Vila Belmiro, mas uma delas não gera discussão. Para todos os dirigentes, há um fato: a categoria sub-17 é a próxima grande safra do Santos. Entre os principais destaques está o meia Lucas Lourenço, que completou 16 anos em janeiro e iniciou o processo de negociação.

O jovem, que frequenta a Seleção Brasileira sub-15, e será do sub-17 do Peixe neste ano terá seu futuro em pauta na próxima semana. Representantes da empresa Sport Agency, que cuidam da carreira do jovem atleta terão uma reunião com dirigentes santistas para tratar do primeiro vínculo profissional, situação semelhante à do atacante Rodrygo, parceiro de Lucas na base do Santos.

Apesar das sondagens de outros clubes diretamente aos garotos, o Alvinegro se respalda na Lei Pelé, que obriga que o primeiro contrato profissional seja com o clube formador.

A ideia da cúpula alvinegra é fazer com que o primeiro contrato dessas joias já tenham altas cifras em relação à multa rescisória, para que não haja o perigo de perder os jogadores ainda jovens por uma compensação financeira que não seja válida.

Aos 16 anos, Lucas Lourenço está no Santos desde que jogava futsal e já tem contrato com a fabricante de materiais esportivos Adidas.

O atacante Rodrygo Goes ainda não assinou o contrato como jogador profissional, mas segue em tratativas.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos