Ansioso para garantir Brasil na Copa, Tite ignora ranking da Fifa: 'Nem aí'

A Seleção Brasileira pode voltar à liderança do ranking da Fifa depois de sete anos e sabe o que o técnico Tite tem a dizer sobre o assunto?

- Não estou nem aí!

Nesta quarta-feira, véspera do duelo contra o Uruguai, pelas Eliminatórias, o técnico afirmou estar ansioso para garantir classificação para a Copa do Mundo de 2018 e ignorou marcas e recordes.

Nas contas do comandante canarinho, um empate em Montevidéu confirmará o Brasil no Mundial da Rússia. Ele se baseia nas últimas quatro edições das Eliminatórias, quando os quintos colocados nunca fizeram mais de 27 pontos - a mesma pontuação da Seleção atualmente.

- O que eu quero é uma equipe forte, uma individualidade forte e que o jogo seja bom. Desses dados todos, o que eu menos levo em consideração é ser líder do ranking. Não estou nem aí para isso daí. Quero preparar a equipe para jogar bem, torço para que o Tabárez consiga o mesmo. Quem for melhor, vai vencer - declarou, em entrevista coletiva.

Tite também minimizou o a chance de ultrapassar a marca de sete vitórias consecutivas, superando João Saldanha, treinador que em 1969 obteve seis triunfos seguidos.

Na entrevista, o treinador confirmou a escalação de Roberto Firmino no ataque, na vaga de Gabriel Jesus. Questionado se o empate no Uruguai seria bom resultado, ele opinou:

- Antes é desempenho. Sei que o resultado determina, minha filha com dois anos aprendeu que tinha que ganhar. Com quatro, aprendeu que tinha que ganhar porque senão o pai perdia o emprego. Ganhar é o produto final, mas a essência é desempenho, fazer um bom jogo, ser melhor. Buscar classificação!

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos