Argentina recebe o Chile para voltar ao grupo dos quatro primeiros

Na zona da repescagem das Eliminatórias para Copa do Mundo de 2018, a Argentina tem um duelo importante na busca de um lugar no Mundial da Rússia. Nesta quinta-feira, a equipe do técnico Edgardo Bauza encara o Chile, às 20h30 (de Brasília), no Monumental de Núñez. Uma vitória recoloca os hermanos entre os quatro primeiros.

Apesar da vitória por 2 a 1, em Santiago, no 'primeiro turno' das Eliminatórias Sul-Americanas, os hermanos seguem engasgados com o rival. Nas duas últimas edições da Copa América, o Chile bateu a Argentina nos pênaltis e faturou os títulos.

A Argentina está em quinto, com 19 pontos, um a menos que os chilenos, que estão em quarto.

Bauza tem um desfalque para escalar a Argentina na 13ª rodada das Eliminatórias. O atacante Paulo Dybala se lesionou na vitória da Juventus sobre a Sampdoria por 1 a 0, no último domingo, e não vai pegar o Chile. Sergio Agüero está confirmado como titular, ao lado de Messi, Di María e Higuaín.

- Estamos em contato direto direto com a Juventus. Dybala não vai jogar e nem ficar no banco contra o Chile. Estamos trabalhando para ver se ele tem condições de enfrentar a Bolívia - disse Bauza, em entrevista coletiva.

O treinador elogiou a seleção chilena e afirmou que será um adversário complicado.

- É uma partida importante. Estamos chegando ao final das Eliminatórias e vamos enfrentar um rival direto. O Chile é uma equipe que pressiona muito e joga certo. Vai ser um grande jogo, com duas seleções de grande nível.

CHILE COM PROBLEMAS

O técnico Juan Pizzi tem dúvidas para encarar a Argentina no Monumental. Arturo Vidal, suspenso, é baixa confirmada. No entanto, o comandante pode ficar sem o atacante Alexis Sánchez e o zagueiro Gary Medel. A definição sobre a escalação da dupla sairá somente nesta quinta-feira.

- Alguns jogadores chegaram com problemas, mas eles têm melhorado com o passar do tempo. Mas vamos esperar até amanhã. Temos temos outra partida que tem a mesma importância para nós. Medel evoluiu nos últimos três dias que esteve conosco. Todos sabemos que saiu lesionado pela Inter de Milão - disse Pizzi, em entrevista coletiva, antes de falar sobre o substituto de Vidal:

- Temos muitas opções que podemos utilizar para substituir Arturo Vidal. Mas qualquer uma das soluções me dá confiança contra a Argentina.

Sobre a possibilidade de escalar Valdivia como titular, Pizzi apenas disse que o Mago está 'em perfeitas condições'.

- Valdivia está bem e é uma alternativa que pode jogar em qualquer momento e diante de qualquer rival - assegurou.

- Se eu jogar cinco minutos, espero estar bem e ser decisivo - disse Valdivia, que atua no Al-Wahda, dos Emirados Árabes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos