'Engasgado', mas com o dobro de gols na temporada, Cavani revê Neymar

Edinson Cavani vive uma de suas melhores fases da carreira, talvez a melhor, tendo média de quase um gol por jogo na temporada 2016/2017 pelo Paris Saint-Germain, da França. Nem por isso o atacante está plenamente feliz. E muito por culpa de Neymar, adversário nesta quinta-feira, quando a Seleção Brasileira enfrenta a uruguaia no Estádio Centenário, em Montevidéu, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

A eliminação do PSG para o Barcelona na Liga dos Campeões, após derrota por 6 a 1, há duas semanas ainda não foi digerida por Cavani. Naquela noite o atacante estufou as redes, mas viu Neymar ser ainda mais decisivo, com dois gols e uma assistência.

Agora, o "troco" pode vir com outra camisa. E sem o auxilio de Suárez, também do Barcelona, que está suspenso e desfalcará o Uruguai:

- É muito dolorido, ninguém gosta de perder, ainda mais do jeito que foi. Mas são coisas do futebol e foi uma noite com muitas coisas. Algumas muito ruins para mim, mas outras muito boas para ele - disse, referindo-se ao compatriota.

Cavani pode ter levado a pior na Liga dos Campeões, mas tem mais que o dobro de gols de Neymar nesta temporada. Ele marcou 38 vezes em 39 jogos, enquanto o brasileiro anotou 14 em 35. Nas Eliminatórias, o uruguaio também tem larga vantagem. Ele é o artilheiro da competição, com oito tentos, quatro a mais que o brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos