Timão quer negociar Guilherme, mas esbarra em valores e desejo do meia

A diretoria do Corinthians entende ser difícil recuperar o meia-atacante Guilherme no clube e deseja negociá-lo. Contudo, vem enfrentando dificuldades em achar possíveis destinos para o jogador por dois motivos: altos valores envolvidos e o desejo do atleta.

Contratado por cerca de R$ 5,7 milhões do Antalyaspor, da Turquia (que ainda tem parte desta quantia a receber), Guilherme tem um dos salários mais altos do elenco. Os vencimentos "afugentam" clubes interessados em adquiri-lo.

O Coritiba cogitou investir e contratar o jogador por empréstimo, como forma de quitar a dívida que o Timão tem pela compra de Kazim. A ideia era que o clube paulista pagasse parte dos salários do atleta. Contudo, nem assim o negócio foi para frente: Guilherme prontamente barrou a negociação.

No início do ano já havia acontecido o mesmo, quando o Internacional sondou o camisa 10 alvinegro. Já o rival Grêmio recebeu a indicação do jogador quando Douglas se machucou, mas não demonstrou interesse.

Guilherme entende que, mesmo na reserva do Corinthians, não é vantajoso sair para um clube de menor porte ou na Série B. Aos 28 anos, ele tem contrato até o fim de 2019 e parcelas de luvas ("bônus" recebido no momento da contratação) a receber.

A falta de oportunidades e as informações de que está fora dos planos incomodam o meia-atacante, mas ele entende ainda ser possível reconquistar espaço no Corinthians. Desde o ano passado no clube, Guilherme fez 49 jogos e oito gols.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos