Respirando por aparelhos, China bate Coreia do Sul e ainda mira o Mundial

Por aparelhos, mas ainda respira. Assim está a China nas Eliminatórias Asiáticas. Nesta quinta-feira, pela 6ª rodada do Grupo 1, os chineses bateram a Coreia do Sul por 1 a 0, com gol solitário do atacante Yu Dabao, em Changsha.

Agora, a seleção chinesa, comandada pelo italiano Marcelo Lippi desde novembro do ano passado, passa a ter cinco pontos, encontrando-se na quinta posição da chave. A Coreia do Sul, por sua vez, estaciona na vice-liderança, com dez pontos somados.

Ainda pelo Grupo 1, Qatar, que agora é o lanterna, recebe o líder Irã, às 13h (de Brasília). Por lá, a Síria ainda escreveu um belo capítulo na história do futebol local e derrotou o Uzbequistão (saiba mais aqui).

GRUPO 2

Também na parte da manhã desta quinta, dois jogos agitaram o continente. O mais relevante foi a dominante vitória da líder Arábia Saudita sobre a lanterna Tailândia, fora de casa.

Os sauditas golearam por 3 a 0 e se isolaram na ponta, agora com 13 pontos somados. Já a Austrália (terceira colocada) voltou a decepcionar. A seleção "penetra" apenas empatou com o frágil Iraque (quinto), longe de seu território, em 1 a 1. Agora, as seleções têm dez e quatro pontos, respectivamente.

Pela segunda chave, cabe lembrar, ainda há um jogo a ser realizado. Trata-se do confronto entre Emirados Árabes Unidos e Japão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos