Milton não espera facilidade no clássico: 'Encaramos como uma final'

Há menos de uma semana no Vasco, Milton Mendes já terá pela frente um clássico contra o Flamengo, neste domingo, em Brasília, pela quarta rodada da Taça Rio, segundo turno do Carioca. Em coletiva após o treino desta sexta-feira, o treinador comentou sobre o jogo e não acredita que terá facilidade por conta de o rival já estar classificado para as semifinais do Estadual.

- É natural que o Flamengo jogue mais tranquilo, mas eu não acredito em facilidades. Existe a rivalidade natural de um clássico e o Flamengo tem a forma dele de jogar, o que acredito que não vai mudar por já estar classificado. Pelo nosso lado, estamos encarando como o jogo mais importante das nossas vidas, porque é o próximo. Encaramos o jogo como uma final e é dessa forma que vamos entrar em campo - disse o treinador, destacando que não vê vantagem em enfrentar o Fla sem o meia Diego e o atacante Paolo Guerrero.

- Vão colocar outro jogadores no lugar deles ou vão jogar com oito? (risos). Tenho certeza que outros jogadores de nível bom vão entrar no lugar deles. O Flamengo tem um grupo de jogadores bom em nível de atletas. Acredito que eles têm muitas opções e isso (desfalques) não é nenhuma vantagem - completou.

Milton disse que seu trabalho no Vasco ainda está na fase de construção de ideias e evitou dizer o quanto do seu estilo já poderá ser visto no clássico deste domingo. Porém, a estratégia adotada será um pouco diferente da partida contra o Madureira.

- Vamos cada vez mais trabalhar. Quanto mais tempo tivermos, mais ideias e situações vamos colocar para os jogadores. Mudamos um pouco a intensidade dos trabalhos, a forma de abordar o jogo, o entendimento. Tenho a minha forma de ver o futebol. A nuance tática que vamos apresentar será ligeiramente diferente porque o Flamengo joga diferente - comentou.

Para a partida, o Cruz-Maltino terá alguns desfalques também. Ainda em fase de transição, Rodrigo, Kelvin e Guilherme Costa estão fora. Wagner chegou a treinar com o grupo, mas no entendimento do técnico, ainda não tem condições de jogo.

- O Wagner está em fase de transição, não está completamente preparado. Porque acredito que, quando ele está lesionado, tem fase de transição e depois recuperação total com todas as nuances do jogo. Acredito que ele tenha que se preparar, já conversei com ele. Precisa levantar seu índice físico e depois, sim, poder jogar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos