Eduardo Baptista vê justiça no placar e elogia adversário do Palmeiras

O empate em 2 a 2 entre Palmeiras e Osasco Audax talvez não estivesse nos planos do torcedor alviverde, no entanto Eduardo Baptista já esperava dificuldade com o adversário, elogiado pelo treinador, que também exaltou a atuação de seu time.

Segundo o comandante palmeirense, apesar de destacar a marcação estabelecida pelos homens de seu elenco, o Audax foi o time mais forte que cruzou o caminho do Verdão até aqui.

- Eu já sabia das qualidades do time do Fernando, eles vêm para uma aproximação boa, talvez tenha feito o melhor jogo deles no campeonato. Sabíamos, não me surpreendeu, porque conheço bem o Fernando. No segundo tempo neutralizamos bem, fizemos os gols, tivemos uma marcação mais forte, mas com a bola nos pés é a equipe mais forte que enfrentamos - ressaltou.

No lugar de lamentar o empate e procurar desculpas pelo seu time ter deixado escapar a vitória em casa, Eduardo mencionou a busca pelos três pontos do começo ao fim e classificou a igualdade como justa.

- A gente sempre quer vencer, se planejou para vencer. No primeiro tempo fomos buscar o Audax lá em cima para vencer. Não faltou luta e o empate foi justo por aquilo que as duas equipes apresentaram - analisou.

Eduardo Baptista e seus comandados voltam a campo na próxima quarta-feira, contra a Ponte Preta, pela última rodada do Paulistão-2017, em Campinas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos