L! detalha as situações das seleções em suas respectivas Eliminatórias

O atual período de Data Fifa está chegando ao fim. Nesta terça-feira, diversos jogos agitam os gramados pelas Eliminatórias da América do Sul, da América Central e do Norte, da Ásia e da Oceania. Os duelos na Europa e na África, visando uma vaga na Copa do Mundo de 2018, no entanto, só voltam a ser realizados em junho e agosto, respectivamente.

AMÉRICA DO SUL

?

Pelo nosso continente, a disputa por uma passagem à Rússia, que antes da chegada de Tite parecia delicada para nós, se tornou questão de tempo, uma vez que o Brasil (30 pontos) pode carimbar o passaporte caso bata o Paraguai, em casa, e Equador (20) e Chile (20) não triunfem.

Já para os uruguaios e argentinos, outros favoritos e segundo e terceiro colocados, nessa ordem, o panorama ainda traz dor de cabeça. A equipe de Óscar Tabárez (23 pontos) visita o Peru, enquanto a de Edgardo Bauza (22) vai até a altitude de La Paz encarar a Bolívia.

Em relação à tabela, a Colômbia (21 pontos) fecha o G4, enquanto Equador e Chile vêm logo atrás em busca de, ao menos, repescagem.

Jogos desta terça-feira:

Bolívia x Argentina

Equador x Colômbia

Chile x Venezuela

Brasil x Paraguai

Peru x Uruguai

AMÉRICA CENTRAL E DO NORTE

Mirando o mapa mais acima, nas Eliminatórias da Concacaf (América Central e do Norte), o hexagonal final tem dado o que falar. Até agora, com três rodadas realizadas, todas as seleções estão no páreo. O México lidera, mas com apenas um ponto de vantagem para a Costa Rica, segunda colocada, e três à frente do Panamá, que está na terceira e última posição que dá vaga direta ao Mundial.

Apenas em quarto, os Estados Unidos chegaram ao primeiro triunfo na última sexta e, com isso, ainda sonham. Nesta terça, podem dar um importante passo no confronto direto diante do Panamá, fora de casa. Já o México visita Trinidad e Tobago (três pontos) e a Costa Rica, Honduras (três pontos).

Jogos desta terça-feira:

Honduras x Costa Rica

Trinidad e Tobago x México

Panamá x EUA

ÁSIA

Do outro lado do globo, apenas Irã, com quatro vitórias e dois empates, está bem encaminhado no Grupo 1 da terceira e última fase. Logo atrás, aparece a Coreia do Sul, fechando o G2, mas que vê Uzbequistão e a surpreendente Síria no cangote.

Pelo Grupo 2, o equilíbrio é marcante. A competitiva Austrália, por exemplo, está invicta, porém, com dez pontos, se encontra apenas na terceira posição (zona de repescagem). À sua frente, vê Arábia Saudita e Japão liderarem com 13 pontos - a primeira está no primeiro posto por conta do quesito saldo de gols.

Em tempo, os Emirados Árabes Unidos, que somam nove pontos, são os únicos que ameaçam o trio - ao menos por ora.

Jogos desta terça-feira:

Grupo 1

?Coreia do Sul x Síria

Irã x China

Uzbequistão x Qatar

Grupo 2

Austrália x Emirados Árabes Unidos

Japão x Tailândia

Arábia Saudita x Iraque

OCEANIA

Na Oceania, a Austrália teve que sair para que as Eliminatórias ficassem mais competitivas, certo? Se a resposta for em cima do Grupo A da atual terceira fase, não. A Nova Zelândia (sete pontos) lidera com folga na chave, que tem ainda Nova Caledônia (um ponto) e a zerada Fiji.

No Grupo B, ainda há mais emoção quanto ao primeiro lugar que leva à final - e, consequentemente, à Copa-2018. Com seis pontos, Taiti lidera, e Ilhas Salomão vem na segunda posição, com três. Papua Nova Guiné, por sua vez, ainda não pontuou.

Jogos desta terça-feira:

Grupo A

Nova Zelândia x Fiji

Grupo B

Taiti x Papua Nova Guiné

EUROPA

Nesta parada para jogos de seleções, as Eliminatórias da Europa só contaram com uma rodada. E ela serviu para agitar o Velho Continente. Em suas respectivas chaves, França, Suíça (na de Portugal), Alemanha, Polônia, Inglaterra, Bélgica e Croácia são as equipes invictas e bem encaminhadas - cabe frisar que as primeiras de cada grupo avançam de forma direta, enquanto as segundas precisam da eletrizante repescagem.

Em relação à concorrência pelo posto mais alto, é no Grupo G onde há mais emoção. Espanha e Itália estão com os mesmos 13 pontos e devem brigar até o fim pelo lugar mais alto do pódio. No D, Sérvia e Irlanda também estão na mesma situação, porém com 11 pontos - País de Gales está na cola, com sete.

Quem está se complicando cada vez mais é a Holanda. Ao fim da quinta rodada, realizada no último fim de semana, a Laranja Mecânica terminou na quarta colocação do Grupo A, com três pontos atrás da zona de repescagem.

ÁFRICA

O continente africano está na inércia quanto às Eliminatórias, já que só tem visto amistosos. A terceira rodada dos grupos será realizada apenas em agosto. Enquanto isso, vale destrinchar as situações das chaves, que classificam os primeiros de cada.

No Grupo A, as seleções de Congo e Tunísia parecem que irão correr sozinhas. As duas estão com seis pontos, e Guiné e Líbia estão zeradas.

No Grupo B, das tradicionais Nigéria e Camarões, apenas a primeira está com 100% de aproveitamento em duas rodadas. Atual campeã da Copa Africana de Nações, a segunda, por sua vez, está com dois pontos. Azarões, os times de Zâmbia e Argélia têm um ponto.

Já no Grupo C, não há equipe com o aproveitamento perfeito. Líder, a Costa do Marfim tem quatro pontos, enquanto Gabão e Marrocos vêm logo atrás, com dois. Lanterna, Mali soma ponto único.

Mais equilibrado até aqui, o Grupo D conta com a surpresa Burkina Faso na ponta, com quatro pontos, a mesma da África do Sul, que está na segunda posição. Senegal aparece em terceiro, com três, e Cabo Verde, saco de pancadas do citado trio, na lanterna e zerado.

No Grupo E, a eficiente seleção de Egito, finalista da Copa Africana de Nações, lidera, com seis pontos conquistados. Uganda está em segundo, com quatro, e Gana, na terceira colocação, com um ponto. Congo ainda não pontuou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos