Substituto de Henrique, Hudson quer ganhar ritmo e mostrar o seu valor

Praticamente garantido como o substituto de Henrique, machucado e baixa por até seis semanas, Hudson promete empenho para substituir o capitão celeste. Ele quer mostrar o seu valor e que pode ser útil à Mano Menezes quando ele precisar e prometeu que isso acontecerá com o ritmo de jogo que deve adquirir com a lesão do camisa 8.

- Infelizmente, o Henrique teve uma lesão e a gente não esperava. Mas ele está tratando e logo estará de volta para ajudar a gente. Temos uma sequência difícil. Fico feliz pela oportunidade que o Mano está me dando. Quero mostrar meu trabalho e porque o Cruzeiro me contratou. Vou poder mostrar meu futebol com ritmo de jogo - comentou Hudson, antes de falar que o tempo de adaptação ao esquema, à cidade e ao time já passou.

- Minha adaptação aqui foi muito rápida. Não tenho o que reclamar, diria que foi perfeito. A cidade me recebeu bem. Sou mineiro e acostumei rápido. Estou bem e espero evoluir com os jogos - completou.

Hudson também tentou falar por seus companheiros e prometeu que os atletas da Raposa terão cuidado redobrado para não tomar amarelos na partida desta segunda-feira à noite, contra o Uberlândia, fora de casa, pelo Mineiro.

Já classificado às semis, o objetivo agora é passar o Atlético-MG, adversário do próximo domingo. A ordem é se poupar, principalmente Ezequiel e Diogo Barbosa, com dois amarelos.

- Os cuidados são normais. A gente não pode tomar cartão bobo, em jogadas infantis. Mas não tem como, num jogo valendo três pontos, pedir pra tirar o pé. É claro que a gente evita tomar cartão, numa jogada importante, mas nada de tirar o pé. Só se houver necessidade. Se tiver como escolher, mas as coisas acontecem rápidas num jogo de futebol. A gente torce pra ocorrer tudo bem e ninguém ficar suspenso - finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos