Tecnologia entra em cena, e Espanha bate a França no Saint-Denis

A Espanha foi a Saint-Denis e bateu a França por 2 a 0, em jogo que ficou marcado pelo uso da tecnologia. Os gauleses tiveram um gol bem anulado e a Espanha balançou a rede após o árbitro ter invalidado o lance em um primeiro momento. David Silva e Deulofeu anotaram no triunfo da Fúria.

Antes de a bola rolar, a torcida francesa prestou homenagem a Raymond Kopa, que fez história por Angers, Reims e Real Madrid, onde faturou por três vezes a Liga dos Campeões. Ele faleceu no dia 3 de março, aos 85 anos.

O técnico Didier Deschamps apostou na sensação do futebol francês Mbappé, do Monaco, como titular dos Bleus. Ele formou trio ofensivo com Griezmann e Gameiro. Do outro lado, Julen Lopetegui mudou o ataque em relação ao time que bateu Israel e lançou Isco, Morata e Pedro.

O jogo era lá e cá, mas sem chances claras de gol. Os dos lances mais perigosos saíram logo nos primeiros 15 minutos. Em cobrança de falta, Koscielny desviou de cabeça e Piqué, quase em cima da linha, tirou o gol certo da França. A resposta espanhola foi imediata e Iniesta, em jogada individual, quase marcou. Em outra jogada da Fúria, foi a vez de Lloris parar o meia do Barcelona.

A França começou o segundo tempo em cima e chegou ao seu gol com Griezmann. Apesar de os jogadores comemorarem, o árbitro anulou segundos depois com auxílio de vídeo. E a tecnologia foi usada corretamente, uma vez que o atacante do Atlético de Madrid estava, de fato, impedido.

Logo depois, Thiago Alcântara entrou no lugar de Iniesta, enquanto David Silva foi a campo na vaga de Isco. Julen Lopetegui ainda lançou Deulofeu. As mudanças deram mais movimentação à Espanha e foram cruciais para a vitória.

Um minuto após entrar, Deulofeu interceptou passe errado de Bakayoko e foi derrubado por Koscielny dentro da área. Na cobrança, David Silva cobrou bem e abriu o placar.

A tecnologia mais uma vez entrou em ação no Stade de France. E novamente contra os franceses. Após cruzamento de Alba, Deulofeu empurrou para as redes, mas o juiz anulou. No entanto, após checar com o auxiliar responsável pelo vídeo, ele voltou atrás e assinalou o gol espanhol.

A vantagem deixou a Espanha na boa. Ela passou a controlar o jogo e ter a posse de bola, características da equipe. E quase chegou a fazer o terceiro em contra-ataque, mas falhou no arremate. A França não teve espaço e nem forças para chegar, ao menos, ao primeiro gol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos