Em jogo com expulsão de Fred, T. Neves faz o 1º e Cruzeiro vence Galo

O Cruzeiro não tomou conhecimento do Atlético-MG, na tarde deste sábado (1º), no Mineirão, e venceu o arquirrival por 2 a 1, com gols de Thiago Neves (o primeiro desde a sua chegada à Toca da Raposa II) e Arrascaeta, em partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro.

Com o resultado, o Galo perde a invencibilidade no Estadual, mas segue na primeira colocação, com 27 pontos. A Raposa, por sua vez, tem 24 e ocupa a vice-liderança. Por mais que possa igualar a pontuação do maior adversário, o time de Mano Menezes não tem condições de ultrapassá-lo na tabela por conta do critério de desempates.

O Cruzeiro dominou o jogo desde os minutos iniciais. Não é à toa que precisou somente de dois minutos para abrir o placar. Thiago Neves recebeu passe de Rafael Sóbis, se infiltrou na área adversária e aproveitou falha de Giovanni para estufar a rede adversária. Foi a primeira vez que o camisa 30, principal reforço da temporada, deixou a sua marca.

O Galo tentou chegar à área adversária por meio de bola aérea. Em um lance deste tipo, o centroavante acertou uma cotovelada em Manoel e acabou expulso. A jogada do camisa 9 mudou o panorama do confronto. Com um a mais, o mandante sobrou em campo e seguiu criando as melhores oportunidades.

Roger Machado teve que recorrer a Luan. O meia-atacante substituiu Juan Cazares e até criou algumas chances, mas não foi o suficiente para chegar ao gol adversário.

Na volta do intervalo, o Atlético se organizou taticamente e passou a chegar com mais frequência. O problema, no entanto, foi no setor de criação. Sem um homem fixo, a equipe deu espaço para que Thiago Neves, Arrascaeta e Rafael Sóbis sobrasse em campo.

O trio cruzeirense fez ótimas jogadas e seguiu incomodando o goleiro Giovanni. Em um passe de Neves para o uruguaio, o time de Mano Menezes marcou o segundo gol do confronto e sacramentou o duelo.

Com um a menos, o Galo encontrou dificuldades, mas Elias chamou o jogo para a equipe. Ele chegou a acertar o poste esquerdo de Rafael em finalização de fora da área e, nos minutos finais, aproveitou sobra em jogada de Rafael Moura para diminuir o marcador. A pressão do Galo, por pouco, não surtiu efeito. Nos últimos segundos, Rafael Moura (em posição irregular) balançou a rede, mas a arbitragem assinalou impedimento do camisa 13 alvinegro.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 2 X 1 ATLÉTICO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data-hora: 1/4/2017 - às 16h (de Brasília)

Árbitro: Igor Júnio Benevenuto (MG)

Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Júnio de Souza (MG)

Gols: Thiago Neves - (1-0) 2'/1ºT; Arrascaeta - (2-0) 14'/2ºT ; Elias - (2-1) 42'/2ºT

Cartões amarelos: Ariel Cabral, Ezequiel, Diogo Barbosa, Rafael Sóbis (Cruzeiro); Marcos Rocha, Rafael Moura (Atlético-MG)

Cartões vermelhos: Fred, aos 26'/1ºT (Atlético-MG)

CRUZEIRO: Rafael, Ezequiel, Léo, Manoel e Diogo Barbosa (Fabrício); Hudson e Ariel Cabral (Lucas Silva); Thiago Neves, Arrascaeta e Rafinha (Ramón Ábila); Rafael Sóbis. Técnico: Mano Menezes.

ATLÉTICO-MG: Giovanni; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fabio Santos; Rafael Carioca, Elias, Otero (Marlone), Cazares (Luan) e Robinho (Rafael Moura); Fred. Técnico: Roger Machado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos