Palmeirenses condenam expulsão de Róger Guedes após comemoração

O volante Felipe Melo e o meia Michel Bastos reclamaram da expulsão de Róger Guedes, que recebeu o segundo cartão amarelo ao comemorar no alambrado o terceiro gol do Palmeiras na vitória por 3 a 1 sobre o Novorizontino, neste domingo, pela ida das quartas de final do Paulistão. O jogador já havia recebido a primeira advertência por uma falta cometida ainda no primeiro tempo.

- Vejo em muitos programas esportivos os jornalistas dizendo "ah, não vamos deixar o futebol acabar". Acho o seguinte: vi o Cueva fazendo gol na Vila Belmiro e fazendo um gesto que ele sempre faz, qual o problema? Vi o Ricardo Oliveira fazendo gol e comemorando com careta, qual o problema? A gente fez gol na Vila Belmiro e comemorou dançando, qual o problema? Acho que o gol é o máximo do futebol, não existe tomar cartão porque está comemorando gol. E isso vale para todos, faz parte. Todo mundo gosta de comemorar gol - afirmou Felipe Melo.

- Espero que possam escutar isso com carinho. A coisa mais bonita do futebol é o gol e muitas vezes privar o jogador de comemorar de uma forma que seja respeitosa ao adversário e ao torcedor acaba atrapalhando um pouco. Você dar o amarelo e punir um jogador que está festejando o melhor momento dentro de uma partida para mim não é válido. Poderiam liberar os jogadores para comemorar - disse Michel Bastos.

Por conta da expulsão, Róger Guedes terá de cumprir suspensão no duelo de volta, que será realizado na sexta-feira, às 21h, no Pacaembu. O atacante saiu de campo bastante abatido após receber o cartão vermelho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos