Henrique classifica Luan como irmão e diz: 'Nós vamos sentir falta dele'

O zagueiro Luan está perto de trocar o Vasco para o Palmeiras. Mesmo que tratando o assunto com cautela, Henrique lamentou a iminente saída do jogador, que é cria das divisões de base assim como ele. O lateral-esquerdo conta que o defensor é um dos seus melhores amigos no clube, como se fosse um irmão, e que ele fará falta muita falta.

- Eu devo muito como amigo a ele também, porque por mais que ele seja um ano mais velho do que eu, foi sempre muito de me dar conselhos, já viveu coisas antes de mim aqui. Para o time também, um jogador de Seleção Brasileira, campeão olímpico, então claro que faz falta em qualquer time. Nós vamos sentir falta dele. Nós temos jogadores de qualidade que vão dar conta do recado.

Henrique revela que não tinha muito contato com Luan durante a categoria de base. Segundo ele, a amizade entre os dois fortaleceu já nos profissionais, quando eles viraram até companheiros de quarto.

- Ele é um ano mais velho que eu, só que ele roubou na escola (risos). Brincadeira. No colégio era dois anos na minha frente, a gente não tinha tanto contato na escola. Falamos um pouco nas categorias de base, mas isso ficou bem mais forte no profissional. A gente foi companheiros de quarto e um sempre passou tranquilidade para o outro. Meu irmão para a vida - contou Henrique, destacando que o zagueiro vai fazer falta, mas o elenco tem boas opções para suprir a carência.

- O Luan é um jogador que tem uma qualidade indiscutível. Ele sabe sair jogando muito bem, já jogou até algumas vezes como volante. O passe dele é muito bom, a virada de jogo. Isso é importante para o time. Mas como eu falei, temos bons jogadores no elenco para suprir. O Rafael Marques também sabe sair jogando, o Jomar bem também. Aí o Julio dos Santos também é um jogador de qualidade e sabe sair jogando. Então, a gente tem boas opções com a saída do Luan - completou.

Henrique também falou sobre a semifinal da Taça Guanabara, contra o Flamengo, no próximo sábado. Ele acredita que o jogo terá a mesma importância para as duas equipes, apesar de o Fla estar disputando a Libertadores.

- Como eu falei, é um clássico. Assim como eles, nós sabemos da importância que é esse clássico. Não só no Rio de Janeiro, mas no Brasil todo. Então, não só vai ser importante para a gente, mas vai ser importante para eles também - afirmou Henrique, ressaltando a importância da vitória contra o rival.

- Para a gente, jogo contra o Flamengo a gente quer ganhar até cuspe a distância. É um jogo que dá moral, é bom para o clube. Eu sei da importância do clássico, joguei a minha base toda. A gente mostrar que é um jogo importante e que a gente quer vencer.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos