Messi faz dois, Suárez anota golaço, e Barcelona despacha o Sevilla

O Barcelona fez um primeiro tempo de gala e bateu o Sevilla por 3 a 0, no Camp Nou, pela 30ª rodada do Campeonato Espanhol. O argentino Lionel Messi foi o grande destaque, com dois gols. Mas o lance mais plástico saiu dos pés de Suárez, que abriu o placar com uma puxeta espetacular, vencendo o goleiro Rico.

O resultado deixa o Barcelona na liderança provisória do Campeonato Espanhol, com 69 pontos, um a mais que o rival Real Madrid, que ainda joga na rodada contra o Leganés. O Sevilla, por sua vez, estacionou na quarta posição, com 58.

O Barcelona deu um verdadeiro show no primeiro tempo, com um futebol envolvente do trio MSN e de Rakitic e Iniesta, que chegavam ao ataque como verdadeiros meias, uma vez que Luis Enrique voltou a adotar o esquema com três zagueiros.

Mas o Barcelona encontrou problemas nos primeiros 25 minutos, quando o placar ainda apontava 0 a 0. Messi jogou bola no travessão, mas o Sevilla também teve suas chances. N'Zonzi, na cara de Ter Stegen, perdeu chance incrível.

Mas o trio MSN estava, de fato, inspirado. Messi fez boa jogada pela direita e cruzou. Mercado cortou errado e a bola sobrou limpa para Suárez acertar uma puxeta e fazer golaço. A porteira definitivamente se abriu. Aos 28 minutos, o Barcelona acertou contra-ataque rápido, Rakitic achou Neymar pela esquerda. O brasileiro avançou, tirou o marcador e cruzou. Suárez pegou pela direita e rolou para Messi fazer o segundo.

Nesta altura, o jogo estava fácil e o Sevilla, abatido. Sampaoli, à beira do campo, era reflexo do time e não sabia o que fazer para mudar o panorama. Aos 33, Messi fez o terceiro, após falha da defesa andaluz após cobrança de escanteio.

Para tentar parar o ataque do Barcelona, Sampaoli fez duas alterações no intervalo e desmontou o esquema com três zagueiros, tirando Mercado, que não foi bem, e lançando Kranevitter. A outra mudança foi a entrada de Sarabia no lugar do apagado Nasri. De fato, as trocas melhoraram um pouco o time visitante, que passou a ser menos ameaçado pelo Barcelona, que também tirou um pouco o pé do acelerador.

Os ataques do Barcelona ficaram mais escassos, mas nada que preocupasse o técnico Luis Enrique, que passou a poupar seus jogadores. Suárez, Piqué e Rakitic deixaram o campo na segunda etapa. O Sevilla chegou a ter uma boa chance com Sarabia, que Ter Stegen pegou. Os atacantes da equipe catalã seguiram criando perigo à defesa visitante, que vez por outra era vista perdida em campo. Rico também fez boas intervenções, evitando um placar mais elástico no Camp Nou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos