Carille festeja vitória 'muito grande', mas avisa: quer Timão mais criativo

Fabio Carille estreou em partidas internacionais como treinador do Corinthians com um resultado convincente: 2 a 0 diante da Universidad de Chile e boa vantagem no confronto da primeira fase da Copa Sul-americana. Apesar do placar favorável, o comandante admitiu uma série de dificuldades de sua equipe na partida, como a elevada porcentagem de posse de bola do time estrangeiro e os problemas de seu próprio time para propor jogo.

- Nossa proposta era iniciar pressionando lá em cima e não conseguimos, porque eles trabalhavam com muita qualidade de passe. Foi mérito do adversário o que nos dificultou, mas conseguimos ajeitar e fomos melhores no segundo tempo. Nós sabemos da dificuldade, eles são uma equipe qualificada e jogando junto há um bom tempo, diferente de nós. Por isso é uma vitória muito grande contra uma equipe muito qualificada - opinou o técnico, que admite a boa vantagem para o confronto de volta, em 10 de maio, no Chile.

- A vantagem é grande sim, mas não podemos pensar em tranquilidade. Será pressão, porque eles são uma equipe que propõe jogo, põe a bola no chão. É para pensar nisso só em 10 de maio, mas a vantagem existe sim, porque não tomamos gol, e não é por isso que podemos ir tranquilos para lá.

O Corinthians de Fabio Carille entrou em campo 21 vezes neste ano, venceu 12 partidas, empatou sete e perdeu duas, marcando 25 gols e sofrendo dez. Curiosamente, a equipe se saiu melhor nos compromissos em que teve menos posse de bola que o adversário, exatamente como ocorreu nesta quarta-feira: 54% para os chilenos e 46% dos brasileiros. Questionado sobre a proposta que tem sido uma marca do Timão em 2017, Carille admitiu que as coisas ainda não estão conforme o planejado.

- A ideia não é essa. Nossa busca é a melhora da parte ofensiva, de construção. Estamos nos dando melhor quando o adversário propõe jogo, mas nossa busca é por ser mais ofensivo e sempre chegar com mais jogadores na área do adversário, criando mais chances de gols. Não quero criar essa forma de ser reativo, não, quero ser criativo - sentenciou o comandante alvinegro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos