Departamento jurídico do Botafogo promete ação contra dirigente do Fla

As polêmicas envolvendo Botafogo e Flamengo parecem longe de ter um final. As declarações do vice-presidente de administração do Flamengo, Rafael Strauch, não repercutiram bem em General Severiano. Em publicações na sua conta no Twitter, o dirigente rubro-negro acusou o rival - que atuou no Luso-Brasileiro em 2016 - de "desonestidade" em relação ao conhecimento de que o estádio precisaria de obra na tubulação atrás de um dos gols da Ilha.

Até pelas acusações, o Departamento Jurídico do Botafogo já promete uma ação caso o VP do Flamengo não comprove o que por ele foi dito. O VP jurídico do Botafogo, Domingos Fleury, prometeu uma ação nos próximos dias.

- Vamos entrar com interpelação criminal contra esse dirigente do Flamengo [Rafael Satrauch]. Ele terá que provar o que falou. Se conseguir provar, tudo certo. Se não tiver provas, será processado por injúria e difamação. Tudo já está sendo montado e ele terá que responder por isso - disse Fleury ao site UOL.

Para o mesmo site, o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, também citou o jurídico do clube trabalhando para que o dirigente do Flamengo tenha que comprovar as acusações feitas por ele na tarde desta quinta-feira.

- Lamentavelmente um dirigente do Flamengo falou sobre algo que não sabia e terá que provar o que falou. O caso já está com o departamento jurídico para serem tomadas as medidas cabíveis - completou o mandatário alvinegro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos