Jair aposta em Camilo recuado: 'Pela Seleção, ele foi feliz pela esquerda'

  • Vitor Silva/SSPress/Botafogo

A mudança de função de Camilo do ano passado para este ano já é nítida, e o próprio meia admitiu recentemente que não está à vontade. O sacrifício do camisa 10 foi a forma encontrada pelo técnico Jair Ventura para escalar a equipe também com Montillo. O treinador entende também que a mudança não é tão brusca, e lembra da partida da Seleção Brasileira contra a Colômbia.

"A gente conversa. Com a chegada do Montillo, mudamos o sistema para ele continuar jogando. Temos que mudar, mudamos o sistema para ele jogar. Ele luta, joga para o time. Não deu passe? Não fez gol? Mas vem sendo importante mesmo assim", analisa o treinador, que completa dando a entender que poderá, eventualmente, sacar Camilo do time inicial:

"A posição... pela Seleção, ele mesmo disse que foi feliz pela esquerda. Jogador quer estar jogando. E não chega a ser uma mudança para ele jogar de lateral, é perto da área. Estudamos muito os adversários. de acordo com o adversário, podemos vir a mudar. Não definimos quem vai sair antes, depende do adversário", reforça.

Fato é que Camilo não faz gol desde setembro do ano passado. Este ano, participou indiretamente de três (todos em cobrança de escanteio).

Para este domingo, no jogo contra o Fluminense, pela semifinal da Taça Rio, o técnico Jair Ventura faz mistério (o treino foi novamente fechado à imprensa, no Estádio Nilton Santos), mas deve escalar uma equipe formada majoritariamente por reservas, de olho na partida de quinta-feira, contra o Atlético Nacional, na Colômbia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos