Corinthians monitora mercado por lateral, mas Léo Príncipe crê em evolução

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Uma das posições que a diretoria do Corinthians pensa em reforçar para a disputa do Campeonato Brasileiro e as outras competições a serem disputadas no segundo semestre é a lateral-direita. O Timão entende que seguirá perdendo Fagner para a Seleção Brasileira e não vê Léo Príncipe, de 20 anos, como pronto para assumir o lugar dele.

Contudo, não há pressa da diretoria alvinegra, que busca um nome barato e com potencial de crescimento. Ano passado o clube buscou Gilberto, da Fiorentina, mas não obteve sucesso.

Léo Príncipe, por sua vez, mostra confiança e acredita que ainda pode evoluir e se firmar na lateral corintiana. Após críticas recentes, ele diz não se abater:

"Eu jogo no Corinthians, um time grande, de massa, cobrança vai ter sempre. No jogo contra o RB Brasil eu falhei, mas estou tranquilo, o Carille me dá confiança, preciso seguir evoluindo. Eu sou jovem e tenho um grande exemplo, o Fagner. Sempre falo com ele. Procuro não ver essas coisas, somos seres humanos e isso afeta, ver pessoas falando mal. Pego as críticas para evoluir", declarou, em entrevista coletiva.

Em treinamentos recentes, o técnico Fabio Carille escalou o volante Paulo Roberto improvisado nesta função.

Suspenso diante da Universidad de Chile na última quarta-feira, pela Copa Sul-Americana, Fagner volta a ser titular do Corinthians neste domingo, contra o Botafogo-SP, em duelo valendo vaga na semifinal do Campeonato Paulista.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos