Aprovado, São Paulo massacra o Linense e avança às semifinais

O São Paulo atropelou o Linense. A goleada de 5 a 0 neste sábado no Morumbi encerrou o confronto das quartas de final do Campeonato Paulista em 7 a 0. O time de Rogério Ceni faz sua obrigação e se garante nas semifinais do Estadual. Excelente. Porém, mais importante do que o resultado elástico em um duelo previsível foram os outros fatores obtidos pelo Tricolor dentro de casa.

Os dois gols de Gilberto, um em cada tempo, reforçaram que o time tem a quem recorrer quando precisar de gols. O centroavante vive fase monstruosa: com dez tentos em 13 jogos, é o artilheiro do time na temporada. Na ausência de Cueva, a má fase de Wellington Nem, é uma opção para formar o ataque ao lado de Lucas Pratto. Mas calma lá. Outra peça também se colocou na disputa: Thomaz.

Em seu primeiro jogo como titular, segundo pelo clube, o meia-atacante foi muito bem, obrigado. Cavou faltas, abriu espaços. Ele sabe se deslocar muito bem, em movimentação constante. Numa dessas, apareceu na cara do gol, aos 33 do segundo tempo, e marcou o quarto do Tricolor. Para quem nasceu na parte social do clube, foi emocionante.

Antes de Thomaz carimbar-se como candidato a uma vaga no time, porém, houve mais o que comemorar. Titular absoluto, Thiago Mendes teve uma jornada inspirada e marcou outros dois gols. Chegando com força, fez o que Ceni mais espera dele. Jucilei também entrou muito bem. Dono de assistência primorosa para Thiago. Ou seja, com a regularidade de Cícero, o meio de campo para a reta decisiva dos campeonatos está definido e em boa fase: }Jucilei, Thiago Mendes e Cícero.

E a defesa, hein? Aquela que sempre era vazada chegou há quatro jogos sem sofrer gols. Lucão fez outra partida segura. Buffarini salvou o time duas vezes. Júnior está cada vez mais firme. A dúvida e a preocupação do dia fica por conta de Rodrigo Caio. Escalado como volante, saiu machucado no primeiro tempo. Será que enfrenta o Cruzeiro na quinta pela Copa do Brasil? Daí a importância da melhora de Lucão. Sem contar que Renan Ribeiro, dono de duas defesas importantes pelo menos, já conquistou a torcida. Ele passa segurança.

Pronto, o São Paulo passou no vestibular. Agora, com a chegada dos prováveis clássicos na semifinal do Estadual e o difícil confronto com o Cruzeiro, é hora de aplicar o que sabe de melhor. E o Linense, que preferiu fazer dois jogos no Morumbi, só serviu de trampolim para a melhora do São Paulo. Pouco, muito pouco.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 5 X 0 LINENSE

Local: Morumbi, São Paulo (SP)

Data-Hora: 8/4/2017 - 16h

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira

Auxiliares: Alberto Poletto Masseira e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa

Público/renda: 27.230 pagantes/R$ 726.644,00

Cartões amarelos: (SAO), Caíque, Samuel e Pio (LIN)

Cartões vermelhos: -

Gols: Gilberto (22'/1ºT) (1-0), Thiago Mendes (1'/2ºT) (2-0), Thiago Mendes (14'/2ºT) (3-0), Thomaz (33'/2ºT) (4-0), Gilberto (35'/2ºT) (5-0)

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Buffarini, Maicon, Lucão e Júnior Tavares; Rodrigo Caio (Jucilei, aos 38'/1ºT), Thiago Mendes (Wesley, aos 16'/2ºT) e Cícero; Luiz Araújo (Neilton, aos 23'/2ºT), Thomaz e Gilberto. Técnico: Rogério Ceni.

LINENSE: Victor Golas; Bruno Moura, Rodrigo Lobão, Caíque e Samuel (Bruno Costa, aos 39'/2ºT); Pio, Joãozinho (Murilo Rangel, aos 11'/2ºT), Giovanni e Zé Antônio; Thiago Humberto (Diego Felipe, aos 20'/2ºT) e Gabrielzinho. Técnico: Márcio Fernandes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos