Bauza deixa a seleção da Argentina, que mira Sampaoli e Simeone

Edgardo Bauza não é mais o técnico da seleção da Argentina. Após comandar a equipe em apenas oito jogos, a AFA, federação de futebol do país, confirmou na noite desta segunda-feira a saída do treinador. Patón, que dirigiu o São Paulo antes de assumir a Argentina, foi informado da decisão dos dirigentes.

- Comunicamos a Bauza que ele não é mais o treinador da seleção - disse Claudio Tapia, presidente da AFA, aos jornalistas. Haverá uma coletiva de imprensa nesta terça, às 19h30, sobre o assunto.

Bauza cumpriu seu horário de trabalho na AFA nesta segunda-feira e se retirou do local sem dar declarações. Patón estreou pela seleção na sétima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, com a Argentina em terceiro lugar. Após nove meses, com a equipe em quinto (daria hoje uma vaga na repescagem), foi desligado.

A imprensa argentina trata Jorge Sampaoli, do Sevilla (ESP), e Diego Simeone, do Atlético de Madrid (ESP), como os principais alvos para o cargo. A Argentina volta a campo pelas Eliminatórias em 31 de agosto, contra o Uruguai, fora.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos