Pratto tem histórico ruim, mas quer São Paulo ofensivo contra o Cruzeiro

  • Marcello Zambrana/AGIF

O duelo entre São Paulo x Cruzeiro na próxima quinta-feira pela Copa do Brasil terá gostinho especial para um jogador. Ídolo do Atlético-MG durante mais de dois anos, o argentino Lucas Pratto reencontrará o adversário pela primeira vez desde que deixou o futebol mineiro. As lembranças não são tão boas, mas o são-paulino quer seu time atacando o rival no Morumbi, no jogo de ida da quarta fase da competição nacional.

"Metade, metade. Os últimos jogos contra o Cruzeiro não foram bons, a gente não conseguiu ganhar. Mas os primeiros, sim, foram bons. Sabemos que quinta-feira é um jogo importante, sabemos que teremos de tentar um bom resultado em casa para definir lá em Belo Horizonte. Temos de estar concentrados, porque eles ainda não perderam na temporada. É um grande rival, mas temos que ser ofensivos, mostrar que queremos ganhar a competição", afirmou Pratto, em entrevista neste domingo durante participação na Young Champions 2017, competição escolar organizada por Adidas e Uefa.

Pratto tem razão até certo ponto. Ele, de fato, começou muito bem contra o Cruzeiro. Logo na estreia, marcou os dois gols do Atlético-MG na vitória por 2 a 1 pelo Campeonato Mineiro de 2015. Mas o retrospecto não é "metade, metade". Esse foi seu único triunfo no confronto. Depois, disputou mais cinco jogos, perdeu três, empatou dois e não fez mais nenhum gol.

Agora, com a camisa tricolor, ele espera voltar a marcar contra o Cruzeiro e conta com a ajuda dos companheiros. O centroavante também destacou a boa fase de Gilberto, seu principal concorrente na posição. O camisa 17 marcou dois gols no último domingo na goleada de 5 a 0 sobre o Linense, pelo Paulista, e chegou a dez em 2017. É o artilheiro do time no ano. Pratto tem cinco.

"Ótimo. A gente trabalha para que todos estejam bem. Quando eu jogo, faço gol. Quando ele joga, faz gol. Isso é importante para todo mundo ter confiança. A boa fase dele é muito importante, ele trabalha muito na semana para estar bem. É importante que todos tenham confiança, como Araújo, Nem, Chávez, agora está chegando o Thomaz, o Cueva voltando... Precisamos de todos bem, porque agora vai começar uma sequência de decisões e às vezes quando um estiver mais cansado o outro vai ter que jogar", analisou Pratto.

Na partida contra o Cruzeiro, Pratto começará jogando e Gilberto deve ficar no banco de reservas. O jogo da volta é na quarta-feira, dia 19, em Belo Horizonte, onde o atacante argentino voltará a atuar depois de deixar o Galo este ano para defender o Tricolor.

Confira um bate-bola com o atacante Lucas Pratto:

Como lidar com essa maratona de decisões que o time terá pela frente?
É como o treinador está fazendo, dando lugar a todo mundo, misturando o time. Temos um elenco curto, mas muito parelho, qualquer um pode jogar. O que destaco é que o time está muito unido. Contra o Defensa y Justicia, não conseguimos jogar como queríamos, mas corremos o tempo todo. Depois viemos a São Paulo e fizemos cinco gols no Linense quando todos estavam esperando que a gente relaxasse. O jogo a jogo é o mais importante. Agora é pensar na quinta, depois no fim de semana. É bom que todos estejam bem, confiantes, porque o treinador precisa de todo mundo.

A equipe encontrou o equilíbrio que buscava?
Quando a gente vinha tomando gols, nossas entrevistas eram as mesmas. Falávamos que a defesa começava com pressão no ataque, no meio de campo. A gente não estava conseguindo recuperar a bola no meio de campo, agora estamos conseguindo recuperar lá na frente. Estamos melhorando, sabemos que agora começam os jogos mais difíceis. Sabemos que qualidade a gente tem, mas temos que estar também com a cabeça boa, não podemos desconcentrar em nenhum momento. Temos que saber que quinta-feira é o primeiro jogo de uma eliminatória e temos que estar concentrados, o mesmo no fim de semana na semifinal estadual.

Como está a situação do técnico Edgardo Bauza, na seleção da Argentina? Acredita que ele sairá?
Os jogadores estão tentando ficar externos à situação, então vou evitar dar uma resposta concreta. A gente só fica sabendo o que vocês da imprensa sabem. Nós não sabemos nada, então não podemos responder nada.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos