Marquinhos Gabriel e Clayton: como passado e perfis podem ajudar Timão

O técnico Fabio Carille encontrou e não escondeu a escalação do Corinthians que considera ideal, mas foi obrigado pelo departamento médico a fazer duas mudanças por conta do alto risco de lesão dos experientes Jadson e Jô. Assim, Marquinhos Gabriel e Clayton serão as novidades da equipe nesta quarta-feira, às 21h45, contra o Internacional, pela abertura da quarta fase da Copa do Brasil. A confiança de Carille nas peças tem uma série de razões, que vão desde o passado deles no futebol até suas características em campo, que tornarão o Timão um time "mais leve" no Beira-Rio. Quem garante é o próprio Carille.

- Vamos iniciar marcando em cima, mas o trabalho é por troca de passes simples, para que a gente chegue com jogadores de velocidade lá na frente. É um time mais leve - indica o comandante alvinegro.

Marquinhos Gabriel vai reencontrar o clube em que teve sua primeira oportunidade como profissional. Destaque do Brasileirão sub-20 de 2008 e da Copa São Paulo de Juniores de 2009, o meia estreou na equipe principal do Internacional naquele mesmo ano, pelas mãos do técnico Tite. Pelo Corinthians são 49 partidas, com oito gols marcados e cinco assistências. Diante do primeiro time, a chance de atuar como ponta, posição em que viveu seus melhores momentos no futebol nacional.

Já Clayton, que deve iniciar como centroavante diante do Internacional, fará a estreia como titular do Corinthians, clube que já defendeu em três partidas. O posicionamento, aliás, é devido ao passado no futebol. Cuca, atual auxiliar técnico de Carille, foi treinador do sub-20 do Figueirense quando Clayton estava por lá. E escalava o atacante desta forma, e não aberto. Além das dicas de Cuca, o treinador do Timão tem observações da época de profissional do Figueirense para basear sua aposta nesta quarta-feira.

Com Marquinhos Gabriel no lugar de Jadson, o Corinthians ganha em infiltração e velocidade, mas perde em passe e controle de jogo. Com Clayton em vez de Jô, ganha mobilidade, mas perde o faro de gols do titular. Os donos das camisas 31 e 9 do Corinthians tentarão minimizar as perdas. E demonstrar que essa história de time ideal é besteira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos