Monaco vence o Dortmund e leva grande vantagem para jogo de volta

O Monaco está com um pé na semifinal da Liga dos Campeões. A equipe do Principado foi à Alemanha, bateu o Borussia Dortmund por 3 a 2 e tem grande vantagem no jogo de volta. O jovem Mbappé foi o grande nome da partida, com dois gols. Bender (contra) fez o outro dos Monegascos, enquanto Dembélé e Kagawa descontaram para os germânicos.

Com o resultado, o Monaco pode até perder por um gol de diferença, no Stade Louis II, que avança à semifinal. O Dortmund, por sua vez, precisa vencer por dois gols de diferença.

O jogo foi realizado nesta quarta-feira por conta da explosão que atingiu o ônibus do Borussia Dortmund na última terça, enquanto o veículo levava a delegação para o Signal Iduna Park para o duelo pelas quartas de final. O zagueiro Bartra foi o único que ficou ferido e operou o pulso direito, mas não corre perigo.

O Dortmund sentiu dentro de campo o incidente na véspera, principalmente no primeiro tempo. Mas, na etapa final, foi melhor e quase chegou ao gol de empate, mas Aubameyang desperdiçou no fim.

O JOGO

O Borussia Dortmund começou o jogo melhor, aproveitando o apoio da torcida no Signal Iduna Park. A equipe alemã aproveitava-se também de um Monaco retraído, postura diferente do que costuma implementar em seus jogos. Na primeira oportunidade, Aubameyang perdeu boa chance na frente de Subasic.

A postura ofensiva dos germânicos, contudo, não resultou em maiores problemas ao Monaco. Por outro lado, deu espaços para o contra-ataque. Aos 15 minutos, Mbappé foi lançado na área e acabou puxado por Sokratis. Na cobrança do pênalti, o brasileiro Fabinho bateu mal e jogou para fora.

No lance seguinte, o Monaco abriu o placar. Bernardo Silva puxou lindo contra-ataque do campo de defesa, avançou e rolou para Lemar. O meia cruzou e Mbappé, impedido, mandou para o fundo da rede. O Dortmund foi para cima e quase chegou ao empate com Kagawa, em lance de Ginter.

O Monaco era muito mais perigoso quando saía para o ataque. E chegou ao segundo gol em outro lance pela esquerda. Desta vez, foi a vez de Raggi aparecer e cruzar. Antes de Falcao completar, Bender, desajeitado, acabou cabeceando contra o seu próprio patrimônio.

O Borussia voltou muito bem no segundo tempo e pareceu ter esquecido os problemas que assolaram o time na última terça-feira e a péssima etapa inicial. A equipe alemã encurralou o Monaco, criava boas chances e evitava os contra-ataques do time do Principado. E a pressão foi recompensada aos 12 minutos. Após cruzamento da esquerda, Aubameyang ajeitou de calcanhar, Kagawa dividiu com o goleiro Subasic e a bola sobrou limpa para Dembélé diminuir.

Os alemães eram todo ataque. As jogadas saíam por todos os lados e muitas bolas eram lançadas na área. Diante do bombardeio, até Falcao García era visto tirando bolas em seu campo. Apesar do domínio, o Dortmund não criou chances perigosas e Subasic não era muito testado. O Monaco aceitava a pressão, mas quase fez o terceiro em uma rara escapada, mas o atacante colombiano mandou para fora após driblar o goleiro Bürki.

A torcida do Dortmund, contudo, não esperava uma bobeada na saída de bola. Piszczek vacilou e perdeu para Mbappé. O jovem, de 18 anos, avançou e tocou no alto, sem chance para o goleiro. Com dois gols de desvantagem, a equipe alemã foi para cima e fez o segundo. Kagawa deu um lindo corte em Jemerson e bateu bem, marcando um golaço. Aubameyang ainda teve a chance do empate nos acréscimos, mas escorou cruzamento para fora.

FICHA TÉCNICA

BORUSSIA DORTMUND 2 X 3 MONACO

DATA/HORA: 12/04/2017, às 13h45 (de Brasília)

LOCAL: Signal Iduna Park, Dortmund (ALE)

ÁRBITRO: Daniele Orsato (ITA)

CARTÕES AMARELOS: Sokratis, Ginter (DOR), Jemerson, Lemar, Dirar, Fabinho e Subasic (MON)

CARTÃO VERMELHO: Não houve

GOLS: Mbappé, 19'/1°T (0-1), Bender (contra), 34'/1°T (0-2), Dembélé, 12'/2°T (1-2), Mbappé, 33'/2°T (1-3) e Kagawa, 28'/2°T (2-3)

BORUSSIA DORTMUND: Bürki; Ginter, Sokratis e Bender (Sahin - intervalo); Piszczek, Weigl, Kagawa, Guerreiro e Schmelzer (Pulisic - intervalo); Dembélé e Aubameyang. Técnico: Thomas Tuchel.

MONACO: Subasic; Touré, Jemerson, Glik e Raggi; Fabinho, João Moutinho, Bernardo Silva (Dirar, 20'/2°T) e Lemar; Mbappé e Falcao. Técnico: Leonardo Jardim.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos