Após delações, Timão diz que buscará ressarcimento de prejuízos na Arena

Por meio de nota oficial, o Corinthians se posicionou nesta quinta-feira sobre as delações premiadas de executivos da construtora Odebrecht na Operação Lava Jato, nas quais a Arena foi citada. O Timão mais uma vez se posicionou como vítima e não participante de atos ilícitos na construção do estádio.

A diretoria alvinegra já havia se manifestado de forma parecida no ano passado, quando o nome e o endereço do vice-presidente do clube, André Luiz Oliveira, apareceram em uma planilha de pagamentos da Odebrecht e foi levado coercitivamente para depor à Polícia Federal.

- Confira abaixo a nota oficial do Corinthians:

O Sport Club Corinthians Paulista, tendo tomado conhecimento de trechos da delação do Sr. Marcelo Odebrecht que envolvem a Arena Corinthians, vem a público reforçar que quaisquer irregularidades ou desvios de conduta, constatados por autoridades ou não, serão devidamente apurados pelo Clube, que tomará todas as providências para resguardar seus direitos e buscar a punição dos responsáveis, bem como diligenciará para garantir que todos os prejuízos causados ao Clube e à Arena Corinthians sejam devidamente ressarcidos.

Nesse contexto, o Clube ratifica seus posicionamentos oficiais anteriores, no sentido de que as dificuldades para a liberação dos CIDs, que sofreram grande atraso, bem como a negativa da Prefeitura de São Paulo quanto ao pagamento das obras específicas para a Copa do Mundo na Arena Corinthians, muito nos prejudicaram.

Como também já esclarecido em outras oportunidades, essas situações fizeram com que o custo total da obra aumentasse, chegando a um valor final maior do que o esperado, o qual, com grande esforço, está sendo pago pelo Corinthians.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos