Marcos Junior vê saídas de Cavalieri e Dourado como determinantes para derrota do Flu

No desembarque da delegação do Fluminense no Rio de Janeiro, ontem, Marcos Junior comentou e elencou motivos para a derrota por 2 a 1 para o Goiás, no Serra Dourada. Na visão do atacante, que abriu o placar para o Tricolor, as saídas de Diego Cavalieri e Dourado, expulso e lesionado, respectivamente, dificultaram demais a missão da equipe.

- Estávamos com jogo nas mãos, mas perdemos Dourado e Cavalieri e aí deu uma complicada. O Goiás veio para cima quando ficamos com um a menos. Tivemos que marcar bastante e, no fim, acabamos sofrendo dois gols - comentou Marcos Junior ao "Globoesporte".

A derrota ficou marcada pelo pênalti dado pelo árbitro Marcelo Aparecido de Souza, aos 40 minutos da etapa final, que Léo Gamalho bateu e garantiu a vitória do Goiás. Após o jogo, o atacante Aylon admitiu que se jogou no lance.

- Jogador foi infeliz e juiz deveria ir para a geladeira. Aquilo foi brincadeira - desabafou Marcos Junior.

Para avançar na Copa do Brasil, o Fluminense precisa ver por 1 a 0 ou por dois gols de diferença no Maracanã. A partida será na quarta, às 21h45, e a torcida está convocada.

- Espero que a torcida vá ao Maracanã e lote - disse Marcos Junior.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos