Veríssimo recorre a colombianos para ter bom desempenho na Liberta

Com a eliminação do Santos no Paulista, a prioridade da equipe é a Libertadores. E a surpresa boa para o técnico Dorival Júnior é ter dois jogadores que já encararam o Santa Fe, sendo eles Copete (pelo Atletico Nacional) e Vladimir Hernández (pelo Junior Barranquila). Enquanto isso, Lucas Veríssimo não vê a hora para estrear internacionalmente na competição Continental - viajou para o Peru no confronto com Sporting Cristal mas ficou no banco- e o jovem de 21 anos está empolgado e revela o maior incentivo para entrar em campo.

- A camisa do Santos é o maior peso. Quem não quer ganhar uma libertadores? - disse com um grande sorriso orgulhoso.

Inexperiente, o camisa 28 recorreu aos atacantes e se prepara para garantir um bom desempenho na próxima quarta-feira, onde o Peixe enfrentará o Santa Fe, no estádio El Campin, às 21h45 pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

- Temos conversado bastante. O Hernández falou que é um bom time, que utilizam bastante o centro avante. O professor estudou bastante eles, vamos entrar focados para sair de lá com a vitória.

Além disso, para Lucas, um dos pontos fortes para o bom passe que possui é o entrosamento com o zagueiro David Braz. Ele ainda não havia jogado ao lado do camisa 14 - teve contato apenas nesse ano - e citou que a conversa ajudou muito para o desenvolvimento na segunda partida contra a Ponte Preta, onde o Alvinegro ganhou por 1 a 0, mas perdeu nas penalidades e sofreu a eliminação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos