Jair admite peso da expulsão de Marcelo, mas não o culpa pelo revés

Mesmo em baixo nível técnico, a final entre Botafogo e Vasco estava equilibrada até a expulsão de Marcelo. O zagueiro, improvisado na lateral direita, cometeu falta forte no segundo tempo e recebeu o segundo cartão amarelo. Apesar de não atribuir a culpa pela derrota ao jogador de 21 anos, o técnico Jair Ventura que aquele foi um momento capital para o jogo.

- (Peso) Total. Uma final, um clássico. Pesa, fica mais difícil. Mas mesmo assim tomamos gol na bola parada, que não teve nada a ver. Mas o jogo é resumido em detalhes. Tem que saber perder, mesmo não gostando - analisa o comandante botafoguense.

Após a partida, o treinador não chegou a conversar imediatamente com Marcelo. Apesar de não revelar o teor da conversa no vestiário com o grupo, ele explica que ainda vai avaliar as razões - as faltas cometidas pelo jogador - que levaram à expulsão.

- Normal. Não crucificamos ninguém. Ele tem méritos. Eu sempre falo sobre terminar com 11 atletas, porque os jogos vêm sendo equilibrados. Vamos rever o primeiro (lance que resultou em cartão amarelo), e o segundo eu não consegui ver, foi muito rápido. A gente conversa para que não possa se repetir - ressalta Jair Ventura.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos