BR-87 nas mãos do STF! Imbróglio entre Sport e Fla tem nova etapa nesta terça

O impasse sobre quem é o detentor do título brasileiro de 1987 terá mais um capítulo nos tribunais nesta terça-feira. O STF julgará o recurso do Flamengo para a decisão que manteve o Sport como único campeão da competição nacional. Passados 30 anos de uma novela arrastada marcada por reviravoltas, os dois clubes ainda não sabem quem ficará com o caneco, mas a questão já é vista como frustrante para o futebol:

- Na verdade, o maior perdedor é o futebol brasileiro. Por mais que esteja previsto que o poder judiciário possa intervir em algum momento em uma competição esportiva, as decisões do desporto é que deveriam prevalecer. O fato deste título estar nas mãos do STF, em um momento que o Judiciário precisava se voltar para as investigações sobre políticos, fere muito a credibilidade do futebol nacional - afirmou o advogado João Henrique Chiminazzo, ao LANCE!.

A queda de braço deixou as quatro linhas e passou para a esfera jurídica em 1988, quando o Sport entrou com uma ação judicial, e obteve uma sentença favorável em 1994. Após vários recursos do Flamengo, a decisão foi transitada em julgado em 2001, a favor do clube pernambucano.

No entanto, o caso voltou a entrar na pauta jurídica em 2011, quando a CBF decidiu unificar os títulos nacionais e reconheceu o Flamengo também como campeão brasileiro de 1987. Inconformado, o Leão entrou com recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ) que obrigou a entidade a retirar o título do clube carioca.

Em março de 2015, a disputa entre os clubes foi parar no Supremo Tribunal Federal (STF), que manteve o Sport como campeão brasileiro de 1987. Após ter o recurso suspenso, o mistério quanto à possibilidade de ter dois campeões em 1987 terá novo desfecho nesta terça-feira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos