Dorival aposta em adversário mais difícil e cobra velocidade do Santos

Uma vitória do Santos sobre o Santa Fe, na Colômbia, nesta quarta-feira, às 21h45, deixaria o Peixe na liderança isolada do Grupo 2 da Libertadores. No entanto, o Alvinegro não terá tarefa fácil. E quem garante isso é o próprio técnico Dorival Júnior.

Na visão do treinador santista, o Santa Fe é um dos adversários mais fortes e complicados que o Peixe encontrará na primeira fase da competição.

- Nos momentos em que atuaram com time titular, não tiveram grandes problemas. Últimos resultados foram com time alternativo. Tiveram dificuldades, sim, mudaram por causa de algumas perdas do Tesillo, um zagueiro que jogaria mais centralizado com três zagueiros. Voltaram a jogar com uma linha de quatro. É uma equipe perigosa, com boa chegada nas laterais, dois bons atacantes pelos lados. São jogadores de velocidade, principalmente de habilidade. Eu acredito que seja um dos adversários mais difíceis, ainda mais aqui. Temos que ter muito cuidado. Se vencermos, daremos um grande passo para a classificação - disse Dorival no último treino realizado em Bogotá, nesta terça-feira.

Sobre o que deseja que o Santos faça no estádio El Campín para sair com um bom resultado, o comandante cobrou velocidade na transição e infiltrações na área do adversário.

- Santos tem como arma a saída rápida e transição com troca de passes e velocidade dos três homens de frente. Temos que ter muito cuidado. Equipe que chama muito bem o adversário pro seu campo de defesa. Temos que ter velocidade na transição - disse.

O Peixe estreou na Libertadores empatando com o Sporting Cristal no Peru em 1 a 1. Depois, venceu o The Strongest (BOL), na Vila Belmiro, por 2 a 0. Com quatro pontos, lidera o Grupo 2.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos