Diretor do Santos lamenta silêncio de Neymar: 'O Santos foi o criador'

Após o episódio de Neymar, que afirmou não ter a obrigação de parabenizar o Santos, clube que o revelou e completou 105 anos de história na última sexta-feira, o diretor de futebol, Dagoberto dos Santos, lamentou o silêncio do Menino da Vila e crê que faltou bom senso ao jovem.

O atacante do Barcelona deixou passar a data em branco e declarou que não é obrigado a fazer o que as pessoas querem. Além disso, lembrou do processo que recebeu do Peixe na transferência para o Barça.

Para Dagoberto, faltou sensatez ao craque, que foi notado mundialmente por ter crescido e se desenvolvido dentro das categorias de base do Alvinegro.

- O Santos foi o criador, ele, a criatura. Ele atingiu hoje o ápice de um futebolista na Europa, no mundo todo. Fazer uma declaração dessa... não acho sensata. De qualquer maneira, é um problema dele - explicou em entrevista ao Esporte Interativo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos