Fluminense domina o Vasco no Maracanã e vai à final do Carioca

Fluminense e Vasco entraram em campo na noite deste sábado, no Maracanã, depois de uma semana de polêmicas. Os campeões da Taça Guanabara e Rio, respectivamente, porém, mostraram em jogo único válido pela semifinal do Campeonato Carioca que estão em níveis técnicos bem opostos. O Tricolor de Abel Braga em seu auge, enquanto o Cruz-Maltino de Milton Mendes precisando muito de trabalho para melhorar, além de reforços para a sequência da temporada. Isso ficou a mostra com a vitória por 3 a 0 do Fluminense, dominando praticamente todo o jogo e garantindo a vaga na decisão do Carioca, onde enfrentará o vencedor de Botafogo e Flamengo, que se enfrentam neste domingo. O Vasco, agora, volta a campo só no Brasileiro.

Como era de se esperar, a intensidade marcou o clássico desde o minuto inicial. Afinal, o primeiro finalista do Campeonato Carioca seria definido após o jogo, sem uma volta para mudar um possível placar adverso. O Fluminense, com a vantagem do empate por ter ficado em uma melhor colocação na classificação geral do Estadual, aproveitou sua velocidade diante de um Vasco que não se impunha e levou bastante perigo ao gol defendido por Martin Silva até a metade da etapa inicial.

A primeira oportunidade clara do Fluminense aconteceu aos sete minutos de partida. Pedro achou Lucas que finalizou cruzado. Martin Silva conseguiu mandar para a linha de fundo e evitar que o Vasco sofresse o primeiro gol, o que prejudicaria e muito as ambições da equipe. Três minutos mais tarde, nova chance. Sornoza aproveitou sobra de fora da área e mandou para o gol, com o goleiro vascaíno novamente fazendo grande defesa. E aos 21, os comandados de Abel Braga não inauguraram o marcador apenas porque Henrique salvou duas vezes em momentos cruciais.

Depois da parada técnica do primeiro tempo, após conversa com o técnico Milton Mendes, que o Vasco foi entrar no jogo, não deixando mais tantos espaços para o Fluminense e criando oportunidades de gol. Aos 30 minutos, Nenê achou Douglas. A bola sobrou para Gilberto, livre, mas mandou para fora. Passaram dois minutos e chegaram novamente, com Diego Cavalieri fazendo grande defesa em finalização do camisa 10 de São Januário. Ainda antes do intervalo, aos 37, Luis Fabiano chegou bem, porém mandou por cima do travessão.

Assim como no primeiro tempo, o Fluminense dominou todas as ações no inicio da etapa final. Porém, com mais sorte, fazendo dois gols nos 10 minutos iniciais. Aos cinco, Richarlison subiu mais alto após cobrança de falta e Martin Silva fez boa defesa. Ele próprio no rebote aproveitou e seguiu a batida para o Tricolor. Cinco minutos mais tarde, mais um gol do Fluminense. E um golaço. Lucas deu chapéu em Jean e passou para Wellington Silva, de letra, ampliar.

Com a derrota parcial por 2 a 0, o Vasco foi para o tudo ou nada, já que no momento era obrigado fazer três gols para se classificar. O técnico Milton Mendes colocou dois atacantes - Manga e Thalles - nos lugares de Henrique e Yago Pikachu, respectivamente. Aos 13, Thalles ficou cara a cara com Diego Cavalieri, mas o goleiro do Fluminense salvou. Dois minutos mais tarde, entretanto, Douglas se descontrolou, fez falta dura e foi expulso, acabando praticamente com os sonhos vascaínos do título do Campeonato Carioca neste ano.

O Fluminense, com um a mais, passou a uma atuação impecável, enquanto o Vasco devia - e muito. Alguns torcedores cruz-maltinos nesse momento, inclusive, começaram a deixar o Maracanã. A torcida tricolor, por outro lado, era uma festa em peso nas arquibancadas do estádio, com a vaga na final estadual praticamente selada. Aos 26, Léo, livre, teve tempo de tirar de Martin Silva e fazer 3 a 0 para o Fluminense. O Vasco não teve poder de reação e o Fluminense garantiu a vaga na final. Pelo apresentado, mais do que merecido.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 3 X 0 VASCO

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data/hora: 22/4/2017 - 19h (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Auxiliares: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Diego Luiz Couto Barcelos (RJ)

Renda/público: R$ 832.320,00/20.092 pagantes

Cartões amarelos: Lucas (FLU) e Henrique, Jean, Nenê (VAS)

Cartão vermelho: Douglas (VAS, 15'/2ºT)

GOLS: Richarlison 5'/2ºT (1-0), Wellington Silva 10'/2ºT (2-0) e Léo 26'/2ºT (3-0)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Orejuela, Wendel (Lucas Fernandes 38'/2ºT) e Sornoza; Wellington Silva (Marcos Junior 30'/2ºT), Pedro (Marquinho 30'/2ºT) e Richarlison. Técnico: Abel Braga.

VASCO: Martin Silva, Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques e Henrique (Manga 12'/2ºT); Jean, Douglas, Yago Pikachu (Thalles 12'/2ºT) e Guilherme Costa; Nenê e Luis Fabiano (Wagner 31'/2ºT). Técnico: Milton Mendes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos