ATUAÇÕES: Atacantes são os destaques no empate na Arena

Atacantes chamam atenção no empate entre Corinthians e São Paulo, na Arena, e terminam como os melhores do Majestoso. Jô fez o quinto gol em cinco clássicos na temporada, enquanto Lucas Pratto marcou o primeiro. Confira as avaliações da partida que deu a classificação ao Timão:

ATUAÇÕES CORINTHIANS

6,5

Cássio

Foi seguro em todas as intervenções tantos nas saídas de gol quanto nas defesas. Estava atento para evitar um gol de falta de Cueva.

6,0

Fagner

Passou alguns apuros com as descidas de Júnior Tavares e a caída de Cueva pelo seu lado, mas na maioria das vezes conseguiu netralizá-las.

5,5

Balbuena

Pecou pelos erros de passe e por pouco não marcou gol contra. Na zaga não comprometia até bobear na marcação no gol de Lucas Pratto.

7,0

Pablo

Mais uma atuação impecável do zagueiro, em momento algum passa sufoco, faz o simples quando necessário e quase não erra.

6,5

Guilherme Arana

Ficou mais focado na marcação para conter as investidas pela sua lateral e deu certo, adversário não levou vantagem por ali. Partida madura.

6,5

Gabriel

Importante demais em sua função de marcação, com muitos desarmes e posicionamento correto. São Paulo raramente criou pelo meio.

6,0

Maycon

Completa um lado esquerdo fortíssimo na defesa com Pablo e Guilherme Arana. Do meio para frente acabou errando mais passes do que o normal.

7,5

Jadson

Grande partida do meia corintiano. Ditou o ritmo das movimentações de seu time desde o início do jogo. Deu a assistência para o gol de Jô.

6,0

Rodriguinho

Não foi tão participativo quanto nos outros jogos, mas criou um bom lance para finalização de Romero na trave. Ajudou a controlar o jogo no meio.

6,5

Romero

Como sempre muita entrega e disposição tanto no ataque quanto na defesa. Apesar de cometer erros básicos de fundamento, é indispensável.

7,5

Marcou seis gols no Paulistão, cinco deles em clássicos. Anotou mais um tento de oportunismo. É muito inteligente para achar seu posicionamento.

5,0

Léo Jabá

Entrou na reta final da partida e mais brigou do que jogou. Poderia ter aproveitado melhor a chance de jogar mais um clássico.

5,0

Moisés

Também entrou em campo no fim e perdeu a bola que originou o lançamento para o gol de Lucas Pratto.

-

Kazim

Ficou pouco tempo em campo para avaliação. Fica sem nota.

7,0

Fabio Carille

Em momento algum a vaga correu risco de sair de suas mãos. Armou um time forte na defesa e foi letal no ataque definindo a classificação.

ATUAÇÕES SÃO PAULO

6,0

Renan Ribeiro

Não fez nenhuma grande defesa. Deu sorte em uma bola que bateu na trave e não teve culpa no gol de Jô.

5,0

Wesley

Fez a falta do gol de Jô e poderia ter sido expulso por entrada em Léo Jabá. Foi muito à frente, mas não fez grandes jogadas de fundo.

5,5

Maicon

Alternou bons desarmes, jogadas inteligentes, com algumas bobeadas diante de Jô. No geral não comprometeu.

5,5

Rodrigo Caio

Assim como o companheiro de zaga, não comprometeu. Atuação segura na medida do possível.

5,5

Júnior Tavares

Foi um dos mais participativos do primeiro tempo, chegando bastante ao ataque, mas novamente pecou nos cruzamentos. Saiu na etapa final.

6,5

Jucilei

Mostrou mais uma vez que tem qualidade acima da média. Vai bem na marcação, surge em todos os espaços do campo e tem bom passe.

5,0

Cícero

Foi para a área nos momentos de pressão da equipe, mas participou pouco das jogadas ofensivas. Terminou compondo a lateral esquerda.

5,5

Thiago Mendes

Fez o São Paulo ameaçar voltar ao jogo com a assistência para Pratto, mas logo depois foi expulso. Tomou várias decisões erradas.

5,5

Cueva

Jogou melhor do que contra o Cruzeiro, mas ainda muito longe de seu nível habitual. Buscou jogo, driblou, mas foi muito impreciso.

6,0

Gilberto

Enquanto esteve em campo, fez jus à fama de brigador e criou alguns lances pelo lado, mas não teve chance de concluir em gol. Substituído.

7,0

Pratto

Quando a bola chegou redonda, ele levou perigo. Um chute perigoso no início e um gol no fim. Saiu da área, lutou, incomodou a zaga. Foi bem.

5,5

Chavez

Foi o Chavez de sempre: valente e muito brigador, mas com dificuldades na parte técnica. Sua presença de área não fez muito efeito.

4,5

Luiz Araújo

Entrou para dar velocidade pelo lado esquerdo e fez isso. Mas só isso. Foi mal na conclusão dos lances, com direito a chute para muito longe.

6,0

Thomaz

Entrou ligado, buscando o jogo e partindo para cima. Originou a jogada do gol de Pratto com um desarme no campo de defesa.

5,5

Rogério Ceni

Erro da arbitragem à parte, o time não jogou o suficiente para avançar. Mas mostrou identidade e variações que podem ficar interessantes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos