Com desempenho e gols, Sassá 'pede passagem' para voltar a ser titular

Mais uma vez Sassá ajudou a melhorar o cenário para o Botafogo em campo. Pena para o Alvinegro que a "sassarrada" diante do Flamengo foi tarde demais. Só que esse esforço não foi em vão, já que o técnico Jair Ventura está observando bem o que o atacante tem feito quando entra em ação.

- Todos estão sempre brigando, sempre próximos (da chance). Sempre falo na meritocracia, ele vem entrando muito bem, assim como os outros. É no dia a dia, nos treinamentos, claro que nos jogos também. É aquele ditado, treino é treino, jogo é jogo. Então pode ser, vamos esperar até o próximo jogo - afirmou Jair sobre o jogador que sofreu e converteu pênalti no clássico.

Sassá, por exemplo, balançou as redes - além do jogo contra o Fla - diante de Barcelona, pela Libertadores, e Fluminense, na semifinal da Taça Rio. Com velocidade, o jogador tem conseguindo deixar o time mais intenso.

Mas qual o motivo de o Botafogo só ter ido ao ataque só após o "leite derramado" e depois que Sassá entrou em campo?

- Você jogar em cima do adversário 90 minutos é muito difícil. Depois de uma viagem de 14h é mais difícil ainda. A gente sentiu o jogo e fomos buscando pouco a pouco. Se você aperta o turbo antes da hora não vai conseguir chegar - justificou o treinador, fazendo analogia com uma corrida de automóveis.

Sabendo que pode contar com Sassá a todo o vapor é que Jair Ventura inicia nesta segunda-feira a preparação do Botafogo para o jogo contra o Sport, em casa, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos