Eduardo conversa com elenco sobre Borja, e Palmeiras vê caso resolvido

A irritação de Borja ao ser substituído no sábado foi tema de conversa entre jogadores e comissão técnica no Palmeiras. De acordo com o Jean, o papo na Academia de Futebol foi o suficiente para considerar o caso como encerrado.

- O Eduardo conversou com a gente, uma situação como o próprio Eduardo já resolveu com o Borja, algo que não cabe a gente julgar ou falar uma coisa ou outra. Posso falar alguma injustiça, mas é resolvido internamente e não posso falar publicamente - explicou o camisa 2.

O duelo contra a Ponte Preta foi o quarto consecutivo em que Borja foi substituído. Dos 11 jogos que fez pelo Palmeiras, ele só completou dois. De acordo com a reportagem do Sportv, o atacante esbravejou dizendo "sempre eu, sempre eu" antes de chutar um copo d'água ao sair de campo. Eduardo Baptista, que já revelou ter cobrado do jogador uma maior colaboração sem a bola, diz que a falta de gols não é a única razão para ele sair tantas vezes.

O colombiano, inclusive, pode perder a vaga de titular nesta quarta-feira, contra o Peñarol (URU). Willian, artilheiro da equipe com seis gols, é seu principal concorrente. Apesar das últimas atuações frustrantes, os jogadores mantêm apoio ao centroavante.

- Ele (Borja) mostrou a força que tem, o nome de peso que tem, tanto que foi muito difícil para ele vestir a camisa do Palmeiras. Não é fácil se adaptar. Então acho que exige um certo tempo, sim, mas o torcedor normalmente é mais ansioso do que a gente. Eles querem ver o resultado muito rápido, então acho necessário um tempo para ele. Não só ele, mas nós queremos ver o Borja marcando. Acredito que ele tem muito a crescer, um grande jogador, a ansiedade dele é natural - completou Jean.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos