Lucas aprova boa fase do Flu, mas faz alerta para o Brasileiro: 'Precisamos evoluir'

Os números servem para ilustrar o bom momento que Lucas vive desde que chegou ao Fluminense, em fevereiro de 2017. O lateral-direito, autor de dois gols e três assistências. é uma das poucas contratações feitas pelo clube e rapidamente se encaixou no esquema de Abel Braga. À "ESPN", o camisa 2 revelou que o técnico o ligou antes de ser confirmado como reforço do Flu, além de ter outro motivo para voltar ao Rio, aonde se destacou pelo Botafogo.

- Estou muito feliz no Fluminense. O Abel me ligou e fiquei feliz demais com a oportunidade, Tinha esperança de voltar ao Rio de Janeiro. Quando saí do Botafogo (para o Palmeiras, depois Cruzeiro) minha família ficou no Rio. Falei com meu empresário e quis voltar. Quando você está feliz as coisas começar a acontecer melhor. E quando um treinador como o Abel te liga, não dá para recusar de maneira alguma - disse Lucas, antes de comentar o contato e o trabalho do elenco do Fluminense, recheado de jovens valores:

- A garotada está deixando mais novo, só a entrada (no cabelo) que não dá para esconder. Ninguém acredita que íamos entregar isso em apenas quatro meses. O Abel nos dá muita confiança. A garotada está fazendo o seu papel e o time deu liga. Temos que aproveitar o momento.

Após terminar o Brasileirão de 2016 em péssima fase - nenhuma vitória nas últimas 10 rodadas -, o Fluminense começou o ano sob desconfiança, mas a chegada de Abel Braga deu outra cara ao Tricolor. Como o técnico costuma falar, o time voltou a ter alma e está vivo em todas competições que disputa.

Classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil, na segunda fase da Sul-Americana, e na final do Carioca. O Tricolor ainda conta com o ataque mais positivo entre os clubes da Série A. Porém, o experiente Lucas, de 29 anos, alerta para a sequência em 2017, em especial no Campeonato Brasileiro.

-Sabemos que todos jogos são complicados no Brasileiro. O Estadual é uma preparação. Se seguirmos evoluindo podemos brigar em cima. Temos que ter os pês no chão para saber que o Brasileiro é muito difícil. Quando começou o ano eu não esperava esse futebol tão bonito. Precisamos evoluir para podermos brigar em cima no Brasileiro - finalizou o lateral-direito.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos