Criciúma suspende organizada após provocações à Chapecoense

Nesta terça-feia, a diretoria do Criciúma anunciou uma suspensão por tempo indeterminado à torcida organizada 'Barra Os Tigres'. No último domingo, em partida entre as duas equipes pela última rodada do Campeonato Catarinense, no Heriberto Hulse, torcedores do Tigre entoaram o canto ' Aõ ão, ão, abastece o avião', relembrando a tragédia de novembro, que deixou 71 mortos e seis feridos.

Na última segunda-feira, a diretoria do Criciúma já havia repudiado a torcida dos torcedores. Em contato com o LANCE!, o presidente do clube, Jaime Farra, não escondeu a sua insatisfação com a torcida.

- A gente sabe que têm atitudes irracionais desta meia dúzia de torcedores, e lamenta muito isto. Estamos tentando identificar as pessoas. Desde já, quero deixar claro que nós, do Criciúma não compactuamos com isso - comentou.

O prefeito da cidade, Clésio Salvaro, endossou o coro puxado pelo mandatário e afirmou que esta atitude não representa o povo de Criciúma:

- Esse não é o povo de Criciúma. O povo é outro. Aquilo ali é meia dúzia de torcedores revoltados, fracos e covardes - comentou.

Confira a nota na íntegra:

Viemos através desta, comunicar a suspensão prévia da torcida organizada "Barra Os Tigres", por prazo indeterminado, até que a mesma apresente a diretoria do clube os nomes das pessoas envolvidas no episódio envolvendo cânticos direcionadas a Chapecoense, bem como a atitude da torcida em relação aos seus integrantes envolvidos, TUDO sem prejuízo da continuidade da apuração dos fatos de forma autônoma pela diretoria/conselho deliberativo, de acordo com o Art.44, incisos II e III do Estatuto Social do Clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos