Pablo defende Fagner e diz que outros jogadores merecem ser julgados

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O zagueiro Pablo, do Corinthians, saiu em defesa do companheiro Fagner nesta terça-feira. O defensor minimizou as trocas de ofensas e agressões entre o lateral-direito e o meia são-paulino Cueva e disse que outros lances do tipo aconteceram no Majestoso do último domingo.

"Se a gente for analisar o jogo, outros merecem ser julgados também. Mas frisaram o Fagner, estão em cima do Fagner. Eu analisaria o conjunto, tem outros jogadores que podem ser envolvidos nisso também, foi um jogo muito pegado. O futebol mudou, temos que saber nos adaptar a isso, tem uma câmera em cima, jogo pegado, tem que manter a cabeça no lugar", afirmou.

"Eu não. Mas dá pra falar de outros jogadores também. Estou botando o Fagner como agressor, só ele. Mas tem outros jogadores que poderiam ser citados. Vou ficar quieto agora", completou o zagueiro.

Pablo é um dos poucos titulares alvinegros que não chegam à final do Paulista penduradores. Além dele, Cássio e Balbuena são exceções. Os demais estão com dois amarelos e não jogarão a decisão na Arena caso sejam advertidos na primeira partida, em Campinas.

"O jogador tem que entrar em campo esquecendo isso. Porque entrar com pé atrás pensando no jogo seguinte pode prejudicar. É difícil entrar numa final sabendo que se levar amarelo não pode jogar o outro. Mas tem que saber administrar, o jogador que está pendurado precisa lidar com isso", analisou Pablo, que previu dois duelos difíceis e muito equilibrados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos